fbpx

Pandemia reduziu a confiança da sociedade nos governos, diz Dan Ariely

SÃO PAULO – Em meados de março, o professor nova-iorquino Dan Ariely lecionava sobre psicologia e economia comportamental na Universidade de Duke, na Carolina do Norte (EUA), quando começou a receber ligações frequentes do governo de Israel, país onde cresceu.

Desde então, se valendo da expertise sobre os padrões do comportamento humano, ele vem trabalhando junto ao governo israelense na tentativa de mitigar os efeitos nefastos da pandemia.

Um dos maiores especialistas nos estudos a respeito da influência da natureza humana, por muitas vezes irracional, nas tomadas de decisões financeiras, Ariely é autor do best-seller “Previsivelmente irracional”, e se utiliza dessa bagagem para empreender em negócios diversos, como a fintech de seguros Lemonade, que abriu capital na bolsa de Nova York em julho, levantando US$ 319 milhões.

O professor foi um dos nomes do último dia de agenda da Expert XP, neste sábado (18), para falar aos investidores sobre a relação entre nossas emoções e a economia, deixando algumas provocações para reflexões futuras.

Embora tenha começado no campo da biologia, essa é uma crise que envolve de maneira importante as ciências sociais, à medida que as pessoas tiveram de adotar novos hábitos em seu cotidiano, disse Ariely.

E, enquanto não entendermos como as pessoas se comportam, prosseguiu o especialista, teremos dificuldades para adotar políticas certeiras e eficazes quanto à mudança na rotina da população.

Assista a alguns trechos da apresentação:

Segundo o professor, um ponto-chave para o sucesso das políticas de combate à pandemia é o fortalecimento da relação de confiança entre governo e sociedade.

Se os governantes têm a confiança de sua população, explicou Ariely, eles podem ser transparentes e dizer que a situação logo será resolvida, ainda que não saibam exatamente como fazer isso, e a mensagem será bem recebida.

“Governos sem confiança têm uma dificuldade muito maior para conseguir com que as pessoas sigam as regras”, disse Ariely.

Leia também:
• “Cenário pode ser positivo, mas as probabilidades não estão do lado do investidor”, diz Howard Marks

O professor afirmou ainda que, para que um governo ganhe a confiança da sociedade, ele precisa deixar claro que se importa mais com ela do que consigo mesmo.

Para Ariely, uma estratégia que teria se mostrado eficiente no controle da pandemia seria o rastreamento da população, desde que de maneira consentida. A questão é que a maior parte dos governos não tem a confiança da sociedade, a ponto de contar com a aceitação desse tipo de abordagem.

Na avaliação do professor, os governos poderiam ter usado a crise da Covid-19 para ganhar a confiança de seus governados. No entanto, o especialista acredita que não foi o caso na maior parte dos países, em particular em regiões como EUA, Brasil, Israel e Rússia.

“Acredito que a crise, na verdade, acabou reduzindo a confiança nos governos.”

O professor disse ainda que, para sair da crise o quanto antes, será preciso trabalhar contra nossos instintos mais primitivos.

“Temos de trabalhar o medo, a ansiedade, a solidão”, afirmou Ariely, acrescentando que estamos em uma daquelas situações em que simplesmente ficar parado, esperando que as coisas voltem a ser como eram antes, não parece ser uma boa estratégia.

“Precisamos tomar ações, pensar em como nos ajudar como sociedade.”

Motivação e autonomia

Um bom exemplo sobre como caminhar nessa direção, apontado por Ariely, foi relacionado ao campo educacional. “A educação é basicamente sobre a motivação do ser humano.”

Na crise do coronavírus, com milhões de alunos confinados dentro de casa, longe do convívio com os colegas e sem o monitoramento próximo dos professores, trabalhar a motivação e a autonomia se mostraram ferramentas poderosas para o sucesso no engajamento, disse o professor.

“Apresentar desafios a serem superados serviu como uma importante fonte de motivação para os alunos.” Por outro lado, nos casos em que se buscou impor à força o ensino à distância, a resposta do corpo discente não foi tão positiva, afirmou Ariely.

O passo a passo para trabalhar no mercado financeiro foi revelado: assista nesta série gratuita do InfoMoney.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!