fbpx

Paraná anuncia novos concursos com mais de 5 mil vagas em disputa

Uma excelente notícia para quem deseja ingressar no serviço público do estado do Paraná. O governo anunciou a contratação, via concurso público, de mais de cinco mil novos servidores, com a divulgação no número de vagas para algumas categorias, tais como os policiais militares (2.560), professores (988), policiais civis (400), profissionais de saúde (400) e agentes de cadeia (1.269).

Essa é sua matéria grátis do dia. Assine agora e tenha acesso ilimitado.R$ 0,99 no 1º mês

Na mesma ocasião o governador garantiu a nomeação de peritos para a Polícia Científica, concurso que tem lista de aprovados válida até 07 de novembro de 2019 (veja aqui) e com possibilidade de prorrogação por mais 2 anos.

Além das vagas mencionadas, o estado do Paraná prevê concurso para a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Teatro Guaíra e para o Quadro Próprio do Poder Executivo (QPPE). Veja abaixo cinco editais que já estão em fase de elaboração.

1 – Polícia Militar

De acordo com informações prestadas pela assessoria de imprensa da PMPR, a instituição já tem a autorização verbal do governador para a abertura de um concurso para soldados. No entanto, a publicação do edital poderá não acontecer tão rápido como se espera, já que além da autorização do governador, faltam trâmites como a definição das vagas, a elaboração do edital e a contratação de uma organizadora.

Para ingressar no cargo de soldado da polícia militar do Paraná é preciso ser brasileiro, ter no máximo 30 anos de idade no ato da inscrição, ter concluído o ensino médio, ser aprovado em todas as etapas do concurso (veja a seguir), possuir idoneidade moral, estar quite com o serviço militar e com as obrigações eleitorais e, também, possuir a Carteira Nacional de Habilitação no mínimo na categoria B (Lei Estadual n.º 1.943 de 23 de junho de 1954).

O concurso público para ingresso no cargo de soldado policial é composto pelo exame intelectual (prova escrita), pelo exame de Capacidade Física (ECAFI), pelo exame de Sanidade Física (ESAFI), pela Avaliação Psicológica e pela Investigação Social. Após a aprovação no concurso, o candidato é nomeado Soldado de 2ª Classe e matriculado no Curso de Formação de Soldados, composto por aulas teóricas e práticas e, ao final, considerado aprovado, será promovido a Soldado de 1ª Classe. O cargo de Soldado de 2ª Classe da PMPR (durante o curso de formação) tem vencimento básico de R$ 1.895,72, sendo que ao fim do curso, com a promoção para Soldado de 1ª Classe, o valor passa a ser de R$ 4.180,07 (Lei Estadual n.º 18.493 de 24 de junho de 2015).

O último concurso para soldado da Polícia Militar do Paraná teve edital publicado em 17 de dezembro de 2012 pela Fundação Fafipa (acesse aqui) , com 4.445 vagas para soldado da PMPR e 819 vagas para Bombeiro Militar. A primeira etapa do concurso (prova de conhecimentos ) aconteceu no dia 24 de fevereiro de 2013, apenas 69 dias após a publicação do edital e foi composta de 40 questões das matérias de Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Informática, Atualidades e Estatuto da Criança e do Adolescente, além de uma redação.

Os inscritos realizaram as provas nos municípios de Campo Mourão, Cascavel, Curitiba, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ivaiporã, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Paranaguá, Paranavaí, Telêmaco Borba, Umuarama e União da Vitória. Os candidatos classificados nesta etapa ainda enfrentaram exames de capacidade física, sanidade física, avaliação psicológica, pesquisa social e documental.

2 – Polícia Civil

O Conselho da Polícia Civil aprovou a proposta de abertura de concurso público para o cargo de Investigador de Polícia e já solicitou a autorização do governador para a publicação de edital com 766 vagas. Conforme os andamentos registrados no Protocolo Geral do Estado (foto), o documento está caminhando pelos setores responsáveis desde então.

Assim que a autorização for assinada, os próximos passos serão a constituição de uma comissão interna para organizar o certame e a contratação de uma instituição organizadora do concurso.

Conforme lista publicada no último edital (2010), para ingresso no cargo de investigador é preciso, entre outros requisitos legais, ter no mínimo 21 anos de idade, possuir a CNH na categoria B ou superior, ter graduação em qualquer curso de nível superior, além de não registrar antecedentes criminais e não responder a processo penal ou administrativo, ou inquérito policial que o inabilite para o exercício do cargo. Outra exigência bem específica do último concurso foi de não ter títulos protestados e não ter sofrido execução judicial, bem como não ter respondido a ações cíveis, condições sujeitas à análise da comissão do concurso público, que deliberou em cada caso, fundamentadamente, pela declaração de situação desabonadora ou não.

O último concurso para o cargo de investigador da Polícia Civil do estado do Paraná teve edital publicado em 11/01/2010 pela Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina – Cops/UEL (acesse aqui), sendo a primeira e segunda fase em 28/03/2010 (prova preambular de conhecimentos gerais e específicos), apenas 76 dias após a publicação do edital.

A prova preambular de conhecimentos gerais aconteceu no período da manhã com 25 questões das matérias de Língua Portuguesa, Economia e Demografia Paranaense, Noções de Informática e Raciocínio Lógico. A prova de conhecimentos específicos também teve 25 questões de múltipla escolha das matérias de Noções do Estatuto da Polícia Civil, Noções de Direito Penal, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Processual Penal e Noções de Legislação Específica.

Na ocasião foram ofertadas 381 vagas para o cargo de investigador, sendo 38 para afrodescendentes (10%). Os candidatos enfrentaram prova preambular de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos (ambas no mesmo dia), além de posterior prova de higidez física, prova de aptidão física e, por fim, a prova de investigação de conduta, sendo todas as fases realizadas somente em Curitiba.

3 – Defensoria Pública do Estado

Já está publicado no DOE o regulamento do IV Concurso Público para ingresso na carreira de Defensor Público do Paraná. Conforme o documento (acesse aqui) as regras foram aprovadas em 24 de maio de 2019 pelo Conselho Superior da DPE-PR e a seleção trará as mesmas etapas da última seleção, ou seja, prova objetiva com 100 questões de múltipla escolha, prova discursiva, prova oral e avaliação de títulos, sendo esta última de caráter apenas classificatório.

O cargo exige, entre outros requisitos previstos em lei, o diploma de bacharel em Direito, o registro na Ordem dos Advogados do Brasil e, na data da posse, no mínimo três anos de prática profissional na área jurídica. Conforme o edital do último concurso, os defensores públicos ingressam no cargo na classe inicial da terceira categoria com vencimento inicial de R$ 14.294,12, além do auxílio alimentação de R$ 751,96 e do auxílio-transporte de R$ 325,60, ambos mensais.

O regulamento não traz o número de vagas imediatas e nem tampouco o cronograma da seleção. Tais informações constarão no edital de abertura que será elaborado pela comissão organizadora do concurso.

O último concurso da Defensoria Pública do estado do Paraná teve edital publicado pela Fundação Carlos Chagas (acesse aqui) em 03 de fevereiro de 2017 com a oferta de 13 vagas imediatas no cargo de Defensor Público de Terceira Categoria Classe Inicial, além da formação de cadastro de reserva. Na ocasião, os inscritos enfrentaram três fases de caráter eliminatório e classificatório (prova objetiva, prova dissertativa e prova oral) e uma última etapa de caráter apenas classificatório (avaliação de títulos).

A primeira
etapa (prova objetiva) aconteceu em 09 de abril de 2017, apenas 65 dias após a abertura da seleção, e
teve 100 questões objetivas das matérias de Direito Constitucional, Direito da
Criança e do Adolescente, Direitos Humanos, Direito Penal e Criminologia,
Direito Processual Penal e Execução Penal, Direito Civil, Direito Processual
Civil, Direitos Difusos e Coletivos, Direito do Consumidor, Direito
Administrativo, Princípios e Atribuições Institucionais da Defensoria Pública
do Estado do Paraná e, também, Filosofia do Direito e Sociologia Jurídica.

Os classificados na primeira fase fizeram prova dissertativa no dia 21/05/2017 composta por duas peças processuais (uma cível e outra criminal), além de quatro questões discursivas. Os aprovados nesta etapa prestaram posterior prova oral perante os membros da banca examinadora nos dias 31/07 a 04/08/2017, finalizando os exames eliminatórios. Por fim, os aprovados em todas as etapas foram convocados para a apresentação de títulos, fase exclusivamente classificatória.

4 – Secretaria de Educação

A Secretaria de Educação e do Esporte (SEED) solicitou autorização para abertura de concurso para cargos efetivos com 1.000 vagas para professores (20 horas), além da formação de cadastro de reserva. Ainda não há data prevista para a realização do concurso, nem definição da banca examinadora. Porém, conforme informações prestadas pela assessoria de comunicação da SEED, os procedimentos internos estão sendo realizados e o edital deverá ser publicado em breve.

O último concurso (acesse aqui) para professores no estado do Paraná teve edital publicado em 19/02/2013 e ofertou 11.576 vagas nos cargos de pedagogo (licenciatura em pedagogia) e professor com licenciatura plena nas disciplinas de Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Espanhol, Inglês, Matemática, Pedagogia, Português, Química e Sociologia, todos com jornada de 20 horas semanais e vencimento básico inicial de R$ 1.044,94, além de R$ 304 de auxílio transporte.

As vagas
foram distribuídas nos núcleos regionais de educação de Apucarana, Área
Metropolitana Norte, Área Metropolitana Sul, Assis Chateaubriand, Campo Mourão,
Cascavel, Cianorte, Cornélio Procópio, Curitiba, Dois Vizinhos, Foz do Iguaçu,
Francisco Beltrão, Goioerê, Guarapuava, Ibaiti, Irati, Ivaiporã, Jacarezinho,
Laranjeiras do Sul, Loanda, Londrina, Maringá, Paranaguá, Paranavaí, Pato
Branco, Pitanga, Ponta Grossa, Telêmaco Borba, Toledo, Umuarama, União da Vitória
e Wenceslau Braz.

  O concurso terá vagas com jornada de 20 horas. (Foto: Jonas Oliveira/AENPr)
 O concurso terá vagas com jornada de 20 horas. (Foto: Jonas Oliveira/AENPr)

Os candidatos enfrentaram prova escrita aplicada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 13/05/2013, apenas 83 dias após a abertura do concurso. Na ocasião, os candidatos enfrentaram 40 questões de múltipla escolha das matérias de Atualidades, Informática, Fundamentos da Educação e Conhecimentos Específicos, além de uma redação dissertativo-argumentativa.

Os classificados nesta primeira fase foram convocados para a prova didática, de caráter eliminatório e classificatório e, também, para a prova de títulos, esta última de caráter apenas classificatório. Todas as etapas aconteceram nos municípios de Campo Mourão, Cascavel, Curitiba, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Paranaguá, Paranavaí, Ponta Grossa, Umuarama e União da Vitória, conforme escolha do candidato no momento da inscrição.

5 – Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo

De acordo com a assessoria de comunicação do Instituto Ambiental do Paraná, o atual governo optou por não realizar o concurso oficialmente autorizado desde 06 de julho de 2018 pela então governadora Cida Borguetti (veja aqui). O cancelamento do concurso para o IAP aconteceu porque as atividades de todas a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo (que substitui o nome da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), assim como seus órgãos vinculados (incluindo o IAP), estão sendo reformuladas.

Com isso, a administração está fazendo um levantamento das reais necessidades de toda instituição para a elaboração de um único edital que abranja toda a secretaria e não somente do Instituto Ambiental do Paraná, órgão que está sem concurso para os seus quadros desde 1992. Segundo as informações prestadas ao caderno Concurseiros, a previsão é que ainda este ano o concurso para a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Turismo seja aberto.

| Veja outros concursos com inscrições abertas em todo o país |

Deixe abaixo seus comentários e sugestões de assuntos que você gostaria de ver aqui espaço Concurseiros. Siga a página da blogueira Thais Nunes no Facebook.

Fonte: Google News

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!