Peru elimina Uruguai e semifinais da Copa América estão definidas – Esportes


Uruguai e Peru fizeram um jogo bastante disputado neste sábado (29), na Arena Fonte Nova, em Salvador, pelas quartas de final da Copa América 2019, que terminou empatado em 0 a 0 no tempo normal — o terceiro em quatro jogos desta fase — e levou a decisão da vaga à semifinal para as cobranças de pênaltis. E os peruanos venceram por 5 a 4.


Desta forma, estão definidas as semifinais da 46ª edição do torneio continental de seleções: Brasil x Argentina (terça-feira, 2, às 21h30, no Mineirão) e Chile x Peru (quarta-feira, 3, às 21h30, em Porto Alegre).


O Uruguai teve três gols anulados pelo VAR, assinalados por Arrascaeta, Cavani e Luis Suárez. Em todos os lances, havia irregularidade na posição dos atacantes no momento do gol ou na origem das jogadas.


O jogo


A primeira chegada de perigo da partida ocorreu aos 14 minutos, quando o uruguaio Luis Suárez cabeceou e assustou a Gallese, que falhou em pelo menos dois gols na derrota por 5 a 0 para o Brasil, na primeira fase do torneio.


Aos 23 minutos, o atacante Edinson Cavani perdeu o chamado gol feito. Após grande jogada individual, Suárez invadiu a área e cruzou. O goleiro peruano deu rebote e a bola sobrou para Cavani, que chutou alto demais e desperdiçou uma chance incrível.


Leia também: Messi descobre o amor pela Argentina. Pior para o Brasil de Tite


Depois de um início equilibrado, os uruguaios já construíam boas tramas ofensivas e conseguiam envolver os peruanos.


Aos 28, Arrascaeta finalizou para o gol e abriu o placar, mas o lance foi anulado pela arbitragem, pois houve um impedimento no momento do cruzamento para o meia flamenguista.


Já aos 37, foi a vez de Cavani ter outra chance de abrir o placar. Desta vez, o atacante do PSG se livrou da marcação e chutou cruzado, mas parou nos pés de Gallese, que fez uma grande defesa e salvou o Peru de sair em desvantagem no duelo.


VAR em campo de novo


No segundo tempo, o Uruguai balançou as redes peruanas, aos 13 minutos, com Edinson Cavani, que recebeu lançamento e tocou por cobertura, na saída do goleiro Gallese.


No entanto, o gol foi anulado porque o atacante estaria em impedimento no momento que recebeu o passe. 


Curta a página do R7 Esportes no Facebook


O VAR foi acionado pelo árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio que, após cerca de dois minutos de paralisação, confirmou a invalidação do gol.


Pouco depois, aos 27 minutos, Cáceres cruzou da esquerda e a bola sobrou nos pés de Suárez, que completou para o gol. Mas, novamente, o gol uruguaio foi cancelado devido ao posicionamento do atacante.


Mais dois minutos de espera pela análise do VAR e Wlton Pereira Sampaio ratifica a decisão do assistente: o gol não valeu.


Penalidades


Apesar da dedicação das duas equipes, o empate sem gols prevaleceu e a decisão da vaga ocorerria nos pênaltis.


A série inicial de cinco cobranças começou com a batida do uruguaio Luis Suárez, que perdeu — o goleiro Gallese defendeu. Em seguida, Paolo Guerrero venceu o goleiro Muslera e colocou o Peru em vantagem: 1 a 0.


Cavani foi o segundo cobrador do Uruguai e não deu chances para o goleiro peruano. Rui Díaz também não desperciçou para o Peru: 2 a 1. Depois, Stuani marcou para os uruguaios. Yotún bateu na sequência e recolocou o Peru na frente: 3 a 2.


A cobrança de Bentancour igualou novamente o placar nos pênaltis. Advíncula também marcou e recolocou o Peru na frente. Torreira cobrou com força e de bico para fechar a série uruguaia. Mas Flores também não desperdiçou e colocou o Peru na semifinal da Copa América: 5 a 4.


SILVIO LANCELLOTTI: Nas semis da Copa América/2019, a zebra será uma lhama, a do Peru


Tempo de férias! Veja o destino de boleiros na parada da Copa América:




Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: