PIB da Itália fica estagnado no 2º trimestre de 2019

A economia italiana está estagnada e a taxa de desemprego aumentou ligeiramente, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (30) pelo Instituto Nacional de Estatísticas (Istat).
    O Produto Interno Bruto (PIB) registrou crescimento zero no segundo trimestre de 2019, na comparação com o período anterior de janeiro a março (o qual teve uma tímida alta de 0,1%). Já na comparação anual, a atividade econômica caiu 0,1% de abril a junho de 2019, em um resultado pior do que o esperado pelos analistas. “Prossegue, portanto, há cinco trimestres a fase de estagnação do PIB, que caracteriza a economia italiana desde o segundo trimestre de 2018”, ressaltou o Istat. Após cinco meses de queda, a taxa de desemprego na Itália subiu 0,1% em julho, na comparação com junho, afetando 9,9% da população ativa. O número de pessoas que estão procurando trabalho aumentou em 28 mil, na comparação com o mês anterior, consolidando em 2 milhões e 566 mil os desempregados na Itália. No entanto, na comparação com junho e 2018, houve uma queda de 121 mil desempregados no país. A falta de emprego entre os jovens de 15 a 24 anos também aumentou em julho de 2019, na comparação com junho, em 0,8%, elevando a 28,9% a taxa de desemprego juvenil. As faixas etárias mais afetadas pelo desemprego são os jovens de até 25 anos e os trabalhadores acima de 50 anos de idade, informou o Istat.


  

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – NOTÍCIAS

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: