fbpx

PIB da zona do euro tem retração de 3,8% e Bolsas caem; petróleo opera em alta

Pedestres usam máscaras de proteção na cidade de Milão, na Itália (crédito: JOSI DONELLI/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO)

SÃO PAULO – As bolsas de valores da Europa abriram em alta nesta quinta-feira, mas passaram a cair levemente ao longo da manhã. Dados divulgados nesta manhã mostram que PIB da zona do euro teve uma retração de 3,8% no primeiro trimestre deste ano – o pior resultado desde 1995.

O número mostra o impacto do coronavírus sobre a economia da região, e analistas acreditam que a recessão pode se acentuar. Na França, a contração foi ainda maior, de 5,8%, a maior desde 1949.

Os mercados observarão mais tarde nesta quinta-feira se o Banco Central Europeu (BCE) tomará medidas de estímulo para as economias mais atingidas pela epidemia no bloco.

Como a taxa de juros na zona do euro está em zero, possíveis medidas poderiam incluir a comprar de títulos dos países em dificuldades – a Itália teve nesta semana sua nota rebaixada pela Fitch Rating para BBB-, apenas um grau acima do especulativo (junk).

Por volta das 6h45, o índice FTSE, do Reino Unido, caía 0,2% e o Dax, da Alemanha, tinha baixa de 0,1% (acompanhe o comportamento dos mercados no Telegram do InfoMoney)

Em Nova York, os futuros do S&P 500 e do Dow Jones operam em alta de cerca de 0,2%, enquanto o futuro do Nasdaq sobe 0,5%.

Os investidores reagem positivamente à divulgação dos resultados de Facebook e Microsoft. O lucro do Facebook dobrou no primeiro trimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2019, e a receita cresceu.

O faturamento da Microsoft também aumentou no primeiro trimestre e a empresa informou que a pandemia teve pouco impacto sobre os negócios.

Ainda nos Estados Unidos, o Departamento do Trabalho divulga hoje os pedidos do seguro-desemprego da semana passada. Segundo a CNBC, a projeção é que mais 4 milhões de americanos tenham perdido os empregos nesse período. Nas últimas cinco semanas, mais de 26 milhões de postos de trabalho foram eliminados nos EUA.

Os preços do petróleo voltaram a subir nesta manhã, em meio à expectativa de que o mercado possa ter encontrado seu piso. Por volta das 6h45, o contrato WTI tinha alta de 15%, para US$ 17,32 o barril, enquanto o Brent valorizava quase 9%, para US$ 24,51 o barril.

As bolsas da Ásia fecharam em alta. No Japão, a valorização foi de 2,1% e, na China, de 1,3%. É feriado na Coreia do Sul e em Hong Kong.

A alta foi impulsionada pela informação de novos estudos mostrando que a droga Redemsivir pode acelerar a cura de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Tudo o que você precisa saber para lucrar na Bolsa de Valores operando da sua casa em um curso gratuito: clique aqui e participe!

 

Fonte: Infomoney

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!