fbpx

Podcast ‘Episódio’ faz bolão do Emmy sobre as melhores produções do ‘Oscar’ da TV

É dada a hora da temporada de premiações da TV. Mesmo com a pandemia e algumas alterações de calendários, o Emmy Awards será realizado, ainda que de uma maneira diferente dos anos anteriores.

O podcast Episódio reuniu o time de hosts para comentar as séries indicadas ao prêmio, na lista divulgada no dia 28 de julho. Mas, antes das produções que competem, a direção do Emmy explicou um pouco do que será a cerimônia prevista para 20 de setembro.

As indicações foram anunciadas em cerimônia virtual por Leslie Jones, com participação de Laverne Cox, Josh Gad, Tatiana Maslany e do presidente da Academia, Frank Scherma. Outras premiações de Hollywood, como o Oscar e o Globo de Ouro, tiveram de adiar as cerimônias e alterar parte das regras para se adaptar aos novos tempos sem cinemas.

Em uma carta, a produção do Emmy anunciou que a transmissão será online, por causa da pandemia, diretamente da casa dos indicados de cada categoria. A promessa é de tecnologia de ponta, com uma equipe de técnicos e roteiristas para o evento, que deve levar em conta os diferentes fusos-horários. O vencedor pode, por exemplo, estar no Reino Unido (e talvez o indicado queira estar de pijama ou gravar direto da cama, como é o caso da atriz Laura Linney). O Episódio de hoje discute tudo isso e também as nossas apostas!

No topo da lista, o drama distópico de super-herói Watchmen lidera com 26 indicações, incluindo de melhor série limitada. A produção da HBO aborda o tema do racismo em um mundo distópico, a partir dos quadrinhos, que se passa na Guerra Fria, em que heróis mascarados investigam a morte de um agente do governo. Nixon ganhou a guerra, os carros são todos elétricos e a identidade dos vigilantes é segredo.

Com 20 indicações, outra queridinha é dos mesmos criadores de Gilmore Girls, e conta a trajetória de uma mulher em busca do sonho e quebra tabus no camoinho. Em The Marvelous Mrs. Maisel, narrada nos anos 1950, a personagem Midge busca encontrar o próprio lugar no mundo, com um grande talento para a comédia, em uma sociedade voltada apenas aos homens.

Esnobada?

A Netflix liderou entre todas as redes com um recorde de 160 indicações, seguida pela HBO, com 107. Entre as séries mais injustiçadas está Pose, sobre a vida de pessoas trans e gays nos ballroom de Nova York, nos anos 1980. Repleta de boas interpretações, que poderiam figurar nas categorias femininas, a série traz apenas Billy Porter, como indicado em melhor ator. Uma pena.

Vi e Recomendo

Pro Vi e Recomendo de hoje, a nossa convidada de hoje é Mel Lisboa, no ar na Netflix na série Coisa mais linda, interpretando a personagem Thereza Soares. Califado! Estreou em 12 de janeiro de 2020 na TV Sueca, se tornou a série mais vista de todos os tempos no streaming SVT Play lá do país. Netflix em 18 de março de 2020.

Veja também:

Por apoio à CPMF, Guedes vai propor cortar à metade tributos sobre salários

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!