Por ordem cronológica de punições, Hamilton ‘ganha’ uma posição e largará em 4º – Esportes

Em um sábado confuso por conta de punições a pilotos no treino oficial de classificação – seis foram punidos por alguma irregularidade e perderam de três a 25 posições no grid de largada -, o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, “teve sorte” e vai largar neste domingo do quarto lugar no GP da Áustria, a nona etapa da temporada de 2019 da Fórmula 1, no circuito Red Rull Ring, em Spielberg.

O pentacampeão mundial foi punido com a perda de três posições no grid por ter atrapalhado o finlandês Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, ainda no Q1 do treino classificatório deste sábado. Com isso, o inglês caiu da segunda para a quinta posição, mas, pela ordem cronológica dos fatos, uma penalidade por troca de câmbio do dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, fez com que o piloto da Mercedes subisse no grid e, agora, ele larga em quarto, atrás do pole Charles Leclerc, Max Verstappen e Valtteri Bottas.

No início do treino, Hamilton apareceu lentamente na pista em sua volta de instalação quando Raikkonen se aproximou na freada para a curva 2. Segundo a declaração oficial dos comissários, o piloto da Mercedes, apesar de ter saído da pista para facilitar a passagem do finlandês, estava muito lento e acabou atrapalhando o piloto da Alfa Romeo.

Em suas redes sociais, Hamilton admitiu o erro. “Mereci totalmente a penalidade hoje (sábado) e não tenho problema em aceitá-la”, escreveu. “Foi um erro e eu assumo total responsabilidade por isso. Não foi intencional. De qualquer forma, amanhã (domingo) é outro dia e uma oportunidade para crescer”, completou.

O inglês, que venceu seis das oito provas da atual temporada, destacou o fato de haver três pilotos diferente nas três primeiras posições, parabenizou Leclerc pela pole e indicou que vai brigar pela vitória na Áustria, apesar da punição. “Grato pelo esforço da equipe hoje (sábado), embora para nós não tenha sido um dia perfeito, mas nós ganhamos e perdemos juntos. Amanhã (domingo) é um novo dia e uma chance para nós nos levantarmos juntos”, projetou.

Confira o grid de largada do GP da Áustria:

1.º – Charles Leclerc (MON/Ferrari) – 1min03s003

2.º – Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min03s439

3.º – Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 1min03s537

4.º – Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) – 1min03s262*

5.º – Lando Norris (GBR/McLaren) – 1min04s099

6.º – Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) – 1min04s166

7.º – Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) – 1min04s179

8.º – Pierre Gasly (FRA/Red Bull) – 1min04s199

9.º – Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – Sem tempo no Q3

10.º – Kevin Magnussen (DIN/Haas) – 1min04s072***

11.º – Romain Grosjean (FRA/Haas) – 1min04s490

12.º – Daniel Ricciardo (AUS/Renault) – 1min04s790

13.º – Sergio Pérez (MEX/Racing Point) – 1min04s789

14.º – Lance Stroll (CAN/Racing Point) – 1min04s832

15.º – Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) – 1min05s324

16.º – Nico Hulkenberg (ALE/REN) – 1min04s516****

17.º – Robert Kubica (POL/Williams) – 1min06s206

18.º – George Russell (GBR/Williams) – 1min05s904**

19.º – Carlos Sainz Jr. (ESP/McLaren) – 1min13s601*****

20.º – Alexander Albon (TAI/Toro Rosso) – 1min04s665******

*Punido com a perda de três posições, depois recuperou uma com a punição a Magnussen

**Punido com a perda de três posições

***Punido com a perda de cinco posições

****Punido com a perda de cinco posições

*****Punido com a perda de 20 posições

******Punido com a perda de 25 posições

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: