fbpx

Por que Tarcísio Meira morreu após duas doses da vacina da Covid-19?

Tarcísio Meira deixou o mundo da arte de luto nesta quinta-feira, 12 de julho. O ator, que estava com 85 anos, morreu em decorrência de complicações da Covid-19 e levantou-se a questão sobre a morte dele, mesmo com duas doses da vacina contra a doença.

O OFuxico conversou com o pneumologista Dr. João Carlos de Jesus (CRM 150.213), que explicou que a vacina não impede que a pessoa contraia a doença e nenhuma das que são oferecidas têm 100% de proteção.

“Eu queria chamar a atenção para dois pontos, o primeiro é que nenhuma vacina vai conferir 100% de proteção à população vacinada e isso por características de variação do sistema imunológico e dos indivíduos. Apesar da vacina ser eficiente em apresentar estruturas do vírus e o nosso corpo aprender a conhecê-lo sem adoecer e assim antecipar uma resposta com anticorpos e células de defesa, indivíduos que tenham uma fragilidade, alguma comorbidade ou mais idosos podem não gerar uma resposta tão eficiente e, quando entram em contato com o vírus, pode ocorrer a infecção e evoluir para a forma grave”, disse.

VEJA +:

Tarcísio Meira não pensava em se aposentar antes da pandemia

Cena comovente de Tarcísio Meira e Paulo José viraliza na web

Outro fator importante é que as vacinas apresentam ao corpo humano algumas estruturas do vírus para que nosso corpo possa reconhecê-las de forma antecipada.

“A maioria das vacinas trabalha com o conceito de apresentar uma proteína que está na superfície do vírus que se chama ‘spike’, que é utilizado pelo coronavírus para se conectar às nossas células e a partir disso causar a infecção. Com a vacina, nosso corpo consegue bloquear e neutralizar o vírus, mas, quando uma mutação do vírus acontece, que são as variantes, a vacina pode não ser eficiente em produzir anticorpos contra ela e enganar nosso sistema imunológico e desenvolver a Covid-19 em sua forma grave”, explicou o médico.

Dr. João Carlos ainda reforça que, apesar dos questionamentos de parte da população, todas as vacinas distribuídas no Brasil são eficientes no controle do número de casos e da diminuição dos números de casos graves de Covid-19, mas fez uma ressalva.

“Em relação a uma vacina ser mais eficiente que outra, ainda não é possível se falar algo de uma forma geral, porque a medida que surgem novas variantes, precisam ser feitas novas análises sobre a eficiência da vacina em cima de cada variante. Mas o que é fato é que todas que são distribuídas no Brasil reduzem os casos e os casos de gravidade. O recado que fica é que a população se vacine para reduzir a transmissibilidade e assim a gente consiga um controle maior da doença”, alertou.

VEJA TAMBÉM:

Ronnie Von se despede de Tarcísio Meira: “Tristeza monumental”

Pedro Bial relembra a última entrevista com Tarcísio Meira

O médico ainda se atentou ao fato que a população se preocupa com os efeitos colaterais da vacina, mas é preciso se preparar para tomar o imunizante.

“Uma dica é que você se prepare para a vacinação. Muitas vezes as pessoas estão preocupadas com os efeitos colaterais, mas é importante que você se apresente para a vacinação depois de uma boa noite de sono, bem alimentado, se sentindo bem para que consiga ter uma boa resposta”, disse.

TARCÍSIO MEIRA GANHA HOMENAGEM NO CANAL VIVA

Ícone da dramaturgia, Tarcísio Meira ganha nesta-quinta-feira, 12 de agosto, uma homenagem especial do VIVA por conta de sua morte.

A partir das 20h25, o público confere o episódio da série “Os Casais que Amamos”, no qual ele e sua amada Glória Menezes falam sobre a carreira que construíram juntos e da união na vida real.

No programa, eles revisitaram os projetos e o início do relacionamento, que começou durante a exibição da primeira novela diária do país, “2-5499 Ocupado”, da TV Excelsior.

Veja+: Miguel Falabella faz homenagens emocionantes a Tarcísio Meira e Paulo José

Além disso, os atores relembraram outras novelas que contracenaram juntos, como “Sangue e Areia” (1967) e “Rosa Rebelde”, além de comentarem sobre o sucesso de “Irmãos Coragem”.

Para comentar a obra, o especial contou ainda com o depoimento de Daniel Filho sobre o processo de construção dos personagens.

SAIBA MAIS DETALHES SOBRE A MORTE DE TARCÍSIO MEIRA

O ator Tarcísio Meira de 85 anos, morreu nesta quinta-feira, 12 de agosto, após 6 dias internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde tratava da Covid-19.

A informação foi confirmada pela assessoria do artista. A esposa do ator, Glória Menezes, de 86 anos, segue internada no mesmo hospital se recuperando da mesma doença. Eles já haviam tomado as duas doses da vacina.

VEJA AS FOTOS DA CARREIRA DE TARCÍSIO MEIRA!

Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais