fbpx

Por R$ 394 milhões, Arábia Saudita será a sede da revanche entre Ruiz e Joshua – Esportes

A segunda luta entre o mexicano Andy Ruiz Jr. e o britânico Anthony Joshua será dia 7 de dezembro, em Diriyah, cidade próxima a Riad, na Arábia Saudita. O anúncio foi feito, nesta sexta-feira, pelo empresário Eddie Hearn.

No primeiro duelo, Ruiz surpreendeu, ao vencer Joshua, por nocaute técnico no sétimo assalto, em 1º de junho, no Madison Square Garden, em Nova York, e ganhar os cinturões da Associação Mundial (AMB), Federação Internacional (FIB) e Organização Mundial de Boxe (OMB).

O “Duelo das Dunas”, apelido dado à luta, terá uma entrevista coletiva em Londres, nesta segunda-feira, quando estará presente Omar Khalil, sócio-gerente da Skill Challenge Entertainment, o grupo que, segundo fontes dos Estados Unidos, estaria disponibilizando US$ 100 milhões (cerca de R$ 394 milhões) a ser dividido entre os pugilistas.

A luta será em um estádio temporário ao ar livre que será erguido exclusivamente para ser sede da luta. O evento terá transmissão no pay-per-view da Sky Box Office no Reino Unido, que tem um fuso de apenas duas horas mais cedo do que em Diriyah, o que significa um grande negócio para os empresários, se comparado a Nova York, que é de cinco horas atrás de Londres. O canal de streaming DAZN deve adquirir os direitos para transmitir o combate nos Estados Unidos, assim como fez no primeiro duelo.

A decisão de levar a luta para a Arábia Saudita acabou sendo uma ótima saída para o empresário Eddie Hearn, que gostaria de ter anunciado a luta no início de julho, mas, devido a vários problemas de interesse dos boxeadores, a negociação se estendeu por mais 40 dias.

Joshua exerceu o direito da revanche imediata, prevista em contrato, e queria lutar na Grã-Bretanha. O estádio de Wembley, em Londres, e o de Cardiff, no País de Gales, eram as opções. Ruiz só aceitava lutar mais uma vez em Nova York, mas tinha a esperança de poder se apresentar no México. Com o impasse, vários grupos de empresários apresentaram ofertas e os sauditas venceram por causa dos elevados números financeiros, acalmando Ruiz e Joshua.

Campeão olímpico em Londres-2012, Joshua, aos 29 anos, tem um cartel de 22 vitórias, com 21 nocautes, e apenas uma derrota. Com a mesma idade, Ruiz tem 33 vitórias (22 nocautes) e uma derrota.

A Arábia Saudita não é um lugar tradicional para as grandes lutas de boxe. Mas neste ano já realizou dois eventos importantes. Em setembro de 2018, o britânico Callum Smith nocauteou o compatriota George Groves no sétimo assalto para conquistar o título mundial dos supermédios da World Boxing Super Series, em Jeddah. Em 12 de julho, no mesmo local, o meio-médio britânico Amir Khan nocauteou o australiano Billy Dib no quarto round.

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!