fbpx

“Precisamos de mais funcionários públicos para resolver o problema da previdência”, diz Guilherme Boulos

O plano do candidato a prefeito de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), para resolver o déficit da previdência municipal, entrou em debate na tarde desta quarta-feira (18) no Twitter.

Durante sua participação em uma sabatina promovida pelo Estadão, Boulos disse que a previdência se torna deficitária porque “não se faz concursos”.

“Para a previdência se equilibrar, você tem que ter gente contribuindo e não só gente recebendo. Então você tem mais gente se aposentado, virando inativo… E como não se faz concurso, você tem menos gente contribuindo para a previdência pública”, disse Boulos.

O trecho com a fala do psolista foi compartilhado pelo deputado estadual Daniel José (NOVO/SP), que disparou: “Isso não pode ser sério!”.

O usuário Daniel Carvalho ficou em cima do muro: “Ele está errado 50% e certo 50%”.

Como exemplo, ele citou o aumento de creches conveniadas onde os funcionários recebem pela prefeitura, mas contribuem para o governo federal (INSS).

O deputado então rebateu:

“Ele está 100% errado. Não precisa ir muito além do que ele disse para perceber o ABSURDO da proposta. Quer empurrar a conta para o próximo. Sabe que é insustentável, a previdência já está desequilibrada da forma atual, a reforma minimiza isso. Absolutamente lamentável”.

Outro usuário concordou com Boulos:

“Boulos está correto! O fundo que arrecada é o mesmo que se paga. Logo se você desequilibra um dos lados, a balança tomba mesmo. Muitos não querem ou não conseguem entender”, escreveu.

Já os ‘concurseiros’ gostaram da ideia do candidato.

Esse outro usuário parece já estar pronto para encarar as apostilas:

Boulos X Covas

Guilherme Boulos concorre à cadeira de prefeito da cidade de São Paulo com o atual chefe do executivo, Bruno Covas (PSDB).

Eles vão se enfrentar novamente no dia 29 de novembro após nenhum deles ter lançado mais de 50% do pleito para ser eleito no 1º turno. No último dia 15, Covas teve 1.754.013 de votos (32,85%) e Boulos 1.080.736 (20,24%).

A ‘Disneylândia Financeira’ citada por Guilherme Boulos

Na noite de terça-feira (17), usuários do twitter reviveram uma publicação de Boulos de 2018. Na ocasião, o então candidato à presidência, na época, escreveu: 

“Começamos nossa campanha em frente a Bolsa de Valores de São Paulo pois vamos enfrentar a Disneylândia Financeira que se tornou nosso país”, disse o candidato.

“F… que é Disneylândia mesmo, vc entra achando que vai se divertir e termina perdendo dinheiro!”, brincou um usuário.

Douglas Brito assustou:

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais