fbpx

Prêmios oferecidos pelos títulos do Tesouro Direto sobem nesta terça-feira

(Brenda Beth/Getty Images)

SÃO PAULO – As taxas oferecidas pelos títulos públicos negociados via Tesouro Direto apresentavam alta na tarde desta terça-feira (14), com a volta das preocupações sobre o avanço do número de casos de coronavírus ao redor do mundo.

Ontem, o presidente da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus, disse que muitos países estão “indo na direção errada”, explicando que o avanço dos casos de Covid-19 pode colocar a perder os ganhos em termos de controle da pandemia conquistados com o fechamento das economias.

Nos Estados Unidos, o governo do estado da Califórnia anunciou que voltará atrás em algumas medidas de relaxamento do isolamento social devido ao crescimento do número de contaminações.

“O aspecto realmente preocupante para o mercado é que o aumento das infecções nos EUA fará as pessoas se comportarem como em um “lockdown”, mesmo que (as economias) estejam se abrindo”, disse, à Bloomberg, Charles Diebel, chefe de renda fixa do Mediolanum International Funds.

Também pesou negativamente sobre os mercados nesta terça a tensão entre Estados Unidos e China. Além da guerra comercial e dos atritos causados pela nova lei de segurança de Hong Kong, os americanos passaram a criticar as reivindicações de Pequim em relação ao Mar do Sul, da China.

Entre os indicadores domésticos, a prévia do PIB, medida pelo Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br), subiu 1,31% em maio ante abril. O resultado veio bem mais fraco que a mediana das projeções dos economistas compilada pela Bloomberg, que apontava para um crescimento de 4,5% no período.

Mercado hoje

No Tesouro Direto, o título indexado à inflação com vencimento em 2026 pagava uma taxa anual de 2,32%, ante 2,29% ao ano na tarde de segunda-feira (13). Os papéis com prazos em 2035 e 2045, por sua vez, ofereciam um prêmio anual de 3,82%, ante 3,76% a.a. anteriormente.

Entre os papéis com retorno prefixado, o juro pago pego título com vencimento em 2026 tinha leve alta de 6,13% para 6,14% ao ano, enquanto o mesmo papel com vencimento em 2023 pagava uma taxa de 4,17% ao ano – a mesma apresentada pela manhã.

No câmbio, o dólar operava em queda, de 0,9%, ante o real, negociado a R$ 5,33 por volta das 16h.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos nesta terça-feira (14):

Fonte: Tesouro Direto

O passo a passo para trabalhar no mercado financeiro foi revelado: assista nesta série gratuita do InfoMoney.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!