fbpx

Príncipe Harry esclarece boato polêmico envolvendo a realeza

O Príncipe Harry esclareceu os recentes boatos envolvendo seu nome e o da família real, depois que o jornal Daily Mail, assegurou que a realeza está apreensiva com a notícia de que os Duques de Sussex vão soltar mais quatro livros.

Uma fonte contou que eles tem ‘medos verdadeiros’ de que o último movimento do duque de Sussex possa ‘desestabilizar a monarquia’ de uma vez por todas.

E de acordo com a notícia, o livro do duque poderia causar problemas ao seu pai, o príncipe Charles, ao assumir o trono após a morte ou abdicação da Rainha Elizabeth II.

A fonte comentou: “As preocupações aumentaram muito porque Harry poderia lançar um segundo livro bombástico, pouco depois da morte da rainha.”

Porém, essas afirmações logo foram descartadas pelos Duques de Sussex por meio de um comunicado, em que eles qualificaram as informações como ‘falsas e difamatórias’.

CONTRATO MILIONÁRIO

Veja+: Príncipe Harry e Meghan Markle preparam desenho feminista para Netflix

Segundo o canal E!, os Duques de Sussex continuam faturando alto com seus contratos nos Estados Unidos. Depois que o príncipe Harry anunciou que está escrevendo um livro de memórias sobre a sua vida, que vai ser lançado no final de 2022 pela editora Penguin Random House, a publicação revelou quanto ele e Meghan Markle estão embolsando com esse acordo.

O duque de Sussex, de 36 anos, está trabalhando no livro há quase 1 ano, segundo fontes.

E quanto pagarão pelo livro de Harry? Supostamente, ele vai receber US$ 20 milhões (R$ 103 milhões) como adiantamento pelo livro enquanto seu ‘escritor fantasma’, J.R. Moehringer já ecebeu, pelo menos, US$ 1 milhão em adiantamento, de acordo com o jornal New York Post.

Parte dos lucros desse milionário contrato vai para sua fundação Archewell e outras fundações de caridade, supostamente.

Harry anunciou seu novo projeto literário, dizendo: “Estou escrevendo esse livro não como o príncipe que nasci, mas como o homem que me tornei (…) espero contar a minha história – os altos e baixos, os erros, as lições aprendidas – espero que isso mostre que não importa de onde viemos, temos mais em comum do que imaginamos. Estou muito grato pela oportunidade de compartilhar o que eu aprendi ao longo da minha vida e muito animado para que as pessoas leiam, em primeira mão, como realmente é a minha vida, toda a verdade”, afirmou.

Em 2017, disseram que Barack e Michelle Obama venderam seus livros Becoming e A Promised Land para a Penguin Random House por um valor total de US$ 65 milhões.

Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais