fbpx

Projeto incentiva empresas a doarem atendimento psicológico para profissionais de saúde

Com o intuito de minimizar o impacto psicológico causado pela pandemia do novo coronavírus a profissionais da rede pública de saúde que estão na linha de frente, o Instituto Horas da Vida criou o projeto Cuidar de quem cura. Viabilizado pela contribuição de empresas parceiras, o programa oferece amparo por meio de consultas virtuais com psicólogos.

A primeira parceria, firmada com a farmacêutica Boehringer Ingelheim, garante o início deste projeto. Para ter acesso a mais informações sobre como contribuir ou solicitar atendimento, basta acessar o site do programa.

Os profissionais de saúde enfrentam sobrecarga física e emocional, medo de se contaminar, isolamento devido ao receio de infectar amigos e familiares, aumento das situações de luto e incertezas ligadas ao futuro.

Estima-se que, no Brasil, são 3,5 milhões de profissionais que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS). Um dos problemas mais comuns entre esses trabalhadores é o esgotamento emocional, a chamada Síndrome de Burnout. Além disso, há registros de casos de depressão, ansiedade, insônia e estresse pós-traumático.

“Assim como parte da sociedade está se mobilizando para oferecer testes, equipamentos de proteção individual e outros insumos fundamentais para o trabalho deles, entendemos como decisiva também esta ação totalmente focada na saúde mental desses verdadeiros heróis”, explica Elisangela Tolosa, diretora de Desenvolvimento Institucional do Horas da Vida.

O programa oferece atendimento com psicólogos por meio de ferramenta online criptografada, para manter a segurança e confidencialidade. Nesse espaço, o profissional encontra um lugar de escuta e acolhimento para desabafar sobre seus pensamentos e emoções.

O psicólogo consegue orientar e sugerir, de acordo com a realidade do paciente, estratégias para minimizar o sofrimento e como agir em eventuais situações de pânico ou ansiedade. “Encontramos no Cuidar de quem cura uma maneira de mostrar que entendemos que, além do profissional, ali está um ser humano, que está se desafiando em nome de um bem maior, que é a vida daqueles que são atendidos por ele”, diz Milene Rosenthal, psicóloga uma das idealizadoras da iniciativa e cofundadora da Telavita, empresa de psicologia online que visa democratizar e transformar o acesso à saúde e bem-estar.

A farmacêutica Boehringer Ingelheim é a primeira empresa a apoiar o projeto, possibilitando 1.500 atendimentos que serão oferecidos gratuitamente aos profissionais de saúde interessados, independentemente de seu local de atuação. “Nossa responsabilidade corporativa, como indústria de saúde, vai além do fornecimento de medicamentos – temos o compromisso de contribuir para o bem-estar das pessoas. Este momento tão delicado para a sociedade exige esforços e parcerias entre todos os setores, com foco em promover saúde, reduzir o contágio e suportar os mais afetados pela pandemia, entre eles, os profissionais de saúde”, diz o presidente da Boehringer Ingelheim no Brasil, Marc Hasson.

O Cuidar de Quem Cura é viabilizado com a contribuição de empresas parceiras, que podem escolher o pacote de consultas que gostariam de oferecer. A equipe do Horas da Vida é responsável pela comunicação com os profissionais beneficiados e com aqueles que farão o atendimento, repassando os recursos e gerenciando os indicadores de performance da iniciativa.

Veja também:

Beirute: A mãe em trabalho de parto durante a explosão

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!