fbpx

Prova EAOAR 2021 – Análise das Questões

Olá pessoal,

Temos até amanhã, dia 5/10, para enviar os recursos contra as questões da nossa prova.

Em análise da prova, com a ajuda e colaboração de vários alunos, encontramos algumas questões passíveis de contestação, cujos comentários seguem abaixo.

Os alunos do curso já têm acesso a esses comentários na aula extra 36.

Boa sorte nos recursos!

Comentários e dicas adicionais são publicados no Instagram: @profmarcuscampiteli

Os números das questões correspondem à Prova A.

As obras de arte são as construções em Engenharia Civil que tem o objetivo de assegurar, como parte de rede viárias, a circulação de pessoas, de veículos ou produtos. O termo sublinhado pode ter como exemplo as/os

a) pórticos.

b) rodovias.

c) barragens.

d) aquedutos.

Comentários:

Esta questão acaba sendo polêmica, pois em outra questão desta prova (questão 56 da Prova A e 58 da prova B) as barragens são classificadas como obras de arte. Este fato acaba por confundir os candidatos quanto ao gabarito objetivo desta questão. Com isso, recomenda-se a anulação desta questão.

Gabarito Preliminar Oficial: D

Gabarito Proposto: Anulação

Nos países em desenvolvimento e emergentes, a principal preocupação é criar infraestrutura como rodovias. Ao construir novas estradas, é importante criar um bloco de revestimento bem interligado, desde uma camada de base estável até uma camada de superfície rodoviária nivelada e perfilada com precisão.

A esse respeito, avalie as afirmativas.

I. Uma das aplicações clássicas, para fins de garantia de vida útil na construção de estradas, são a camada de sinalização e a camada de proteção contra o congelamento.

II. A camada de base de uma estrada deve ser capaz de suportar uma grande variedade de condições meteorológicas.

III. Uma das aplicações da camada de proteção contra o congelamento é proteger para que a água não penetre no corpo da estrada.

IV. Uma das camadas finais da construção de uma estrada é a compactação que se destina a criar uma estrutura plana e uniforme.

Estão corretas apenas o que se afirma em

a) I, II e III.

b) I, II e IV.

c) I, III e IV.

d) II, III e IV.

Comentários:

Entendo que o item IV desta questão apresenta erro ao confundir ou fazer confundir a operação de compactação com uma camada propriamente dita.

Desta forma, os itens corretos seriam o II e III, não havendo opção, pelo que se recomenda a anulação desta questão.

Gabarito Preliminar Oficial: D

Gabarito Proposto: Anulação

Leia o texto a seguir.

Classificação PEI para pisos cerâmicos

O PEI (Porcelain Emanel Institute) é a sigla que representa o nome do instituto que regulamentou as normas para a classificação de resistência à abrasão, ou seja, ao desgaste superficial da superfície esmaltada causada, principalmente, pelo tráfego de pessoas. É o PEI, que conforme norma, orienta que tipo de cerâmica utilizar em um determinado ambiente. Quanto maior o PEI, maior é a resistência da cerâmica ao desgaste, ao efeito abrasivo.

(Disponível em: <https://pedreirao.com.br/pei-das-ceramicas-passo-a-passo/>. Acesso em: 04/03/2020. Modificado)

Com relação ao texto acima, é correto afirmar que a/o

a) porcelanato técnico, por não ser esmaltado, não possui a classificação PEI.

b) classificação PEI-2 é recomendada para ambientes de trânsito baixo de pessoas.

c) classificação PEI-3 é recomendada para ambientes de trânsito intenso de pessoas.

d) material não esmaltado, como a rocha, possui outro ensaio de abrasão superficial para determinação do desgaste.

Comentários:

O item B também pode ser considerado correto, pois o piso de classificação PEI-2 é de fato recomendado para ambientes de baixo trânsito de pessoas, conforme, por exemplo, consta nos sites <http://todacasanet.com.br/wptc/porcelanato-tem-pei/>.

E o item D também pode ser considerado correto, tendo em vista que a resistência à abrasão é de grande importância para as placas pétreas, conforme se pode verificar em < https://www.sindirochas.com/arquivos/guia-de-aplicacao-de-rochas-em-revestimentos.pdf >, assim como em < https://icposgrados.weebly.com/uploads/8/6/0/0/860075/f.pdf>, e há ensaio de abrasão apropriado para materiais pétreos, previsto pela norma da ABNT NBR 12042 – Materiais Inorgânicos – Determinação do desgaste por abrasão, conforme mencionado em ambos os artigos (p. 32 e p. 186, respectivamente).

Gabarito Oficial Preliminar: A

Gabarito Proposto: Anulação

Informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma a seguir sobre solos.

( ) Define-se como resistência ao cisalhamento do solo a tensão cisalhante que ocorre no plano de ruptura no instante da ruptura.

( ) O ensaio de cisalhamento direto em solos é repetido para três ou mais corpos de prova idênticos, utilizando valores diferentes de carga.

( ) Solos não coesivos caracterizam-se pelo comportamento no cisalhamento ditado pelo imbricamento e a ausência de atrito entre as partículas.

( ) Para a redução de volume e massa de um solo saturado há a necessidade de saída de água nos vazios do solo.

A sequência correta é

a) (V); (V); (F); (F).

b) (F); (V); (F); (V).

c) (F); (F); (V); (V).

d) (V); (F); (V); (F).

Comentários:

No item D verifica-se um texto confuso quando menciona a “necessidade de saída de água nos vazios do solo”, pois se mostra sem sentido, pois não se consegue imaginar ou encontrar paralelo na literatura sobre a ideia de saída de água nos vazios do solo. O que se tem na literatura e na prática da engenharia é a saída de água dos vazios do solo. Desta foram, esse erro de redação acabou por prejudicar a objetividade da questão.

Gabarito Preliminar Oficial: A

Gabarito Proposto: Anulação

Permite estimar a carga para a qual ocorre a fissuração e, desse modo, predizer a durabilidade do concreto quanto a sua utilização em pavimentos, tirantes e em reservatórios cilíndricos, onde a principal solicitação é a de tração pura. Qual o ensaio de controle tecnológico que determina essa propriedade no concreto?

a) Ensaio de resistência à flexão.

b) Ensaio de resistência à compressão.

c) Ensaio de resistência ao cisalhamento.

d) Ensaio de resistência à compressão diametral (Ensaio de “Lobo Carneiro”).

Comentários:

Nesta questão pode-se interpretar que há dois gabaritos corretos: A e D, pois ambos os ensaios permitem a determinação da resistência à tração do concreto, conforme previsto na norma ABNT NBR 6118/2014 – Projeto de estruturas de concreto – Procedimento, no subitem 8.2.5 – Resistência à tração:

“A resistência à tração indireta fct,sp e a resistência à tração na flexão fct,f devem ser obtidas em ensaios realizados segundo as ABNT NBR 7222 e ABNT NBR 12142, respectivamente.

A resistência à tração direta fct pode ser considerada igual a 0,9 fct,sp ou 0,7 fct,f, ou, na falta de ensaios para obtenção de fct,sp e fct,f, pode ser avaliado o seu valor médio ou característico por meio das seguintes equações …”

A norma ABNT NBR 7222 destina-se à determinação da resistência à tração por compressão diametral de corpos de prova cilíndricos de concretos e argamassas, e a norma ABNT NBR 12142 destina-se à determinação da resistência à tração na flexão de corpos de prova Prismáticos de concreto.

Gabarito Preliminar Oficial: D

Gabarito Proposto: Anulação

O conjunto de medidas que tem como objetivo minimizar os riscos que a população está sujeita, diminuir os prejuízos causados por inundações e possibilitar o desenvolvimento urbano de forma harmônica, articulada e sustentável é uma das atribuições de medidas em torno da

a) pavimentação.

b) ação urbanística.

c) drenagem urbana.

d) política de saneamento básico.

Comentários:

Verifica-se que o enunciado se enquadra como drenagem urbana, contudo, a drenagem urbana faz parte da política de saneamento básico, prevista na Lei 11.445/2007, conforme se verifica no seu artigo 3º-D:

“Art. 3º-D. Consideram-se serviços públicos de manejo das águas pluviais urbanas aqueles constituídos por 1 (uma) ou mais das seguintes atividades:

I – drenagem urbana;

II – transporte de águas pluviais urbanas;

III – detenção ou retenção de águas pluviais urbanas para amortecimento de vazões de cheias; e

IV – tratamento e disposição final de águas pluviais urbanas.

Gabarito Preliminar Oficial: C

Gabarito Proposto: Anulação

Analise as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. O vidro pode oferecer muitos benefícios aos projetos arquitetônicos. Entre eles estão a integração de ambientes, conforto térmico e acústico, iluminação natural, segurança e privacidade

PORQUE

II. antes da laminação com três ou quatro camadas de PVB, o vidro temperado vai assegurar elevada resistência à peça, além de conforto acústico e excelente proteção contra os raios UV.

É correto afirmar que

a) a primeira é uma afirmativa falsa; e a segunda, verdadeira.

b) a primeira é uma afirmativa verdadeira; e a segunda, falsa.

c) as duas são verdadeiras, mas não estabelecem relação entre si.

d) as duas são verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.

Comentários:

De acordo com Bauer, “além do aspecto da segurança, o vidro laminado apresenta propriedades que o diferenciam dos vidros recozidos ou temperados.

            Os vidros de segurança laminados são excelentes filtros de raios ultravioleta, reduzindo em 99,6% ou mais a transmissão desses raios, conforme Tab. 28.5.

(…)

            Aliando a massa da lâmina de vidro ao efeito amortecedor da película de polivinil butiral, os vidros de segurança laminados melhoram o desempenho acústico de um envidraçamento. A película de PVB, em função de sua alta flexibilidade, absorve e amortece as vibrações sonoras transmitidas pela lâmina de vidro externa, reduzindo a transmissão sonora para o interior do ambiente. Essa característica torna-se particularmente interessante para as frequências de 1000 a 2000 Hz, onde ocorre o fenômeno da “coincidência” para os vidros monolíticos. Nessa faixa de frequência, correspondente aos ruídos de tráfego e aviões, os vidros monolíticos praticamente passam a vibrar na mesma frequência da fonte sonora, permitindo a passagem de grande parte dessas vibrações. A interposição da película de PVB atenua significativamente esse efeito de coincidência e melhora o desempenho do envidraçamento nas frequências mais altas (buzinas de carro, aviões a jato), conforme se vê no diagrama mostrado na Fig. 28.21.

(…)”

Fonte:

– Verçosa, Enio José & Bauer, L.A. Falcão (coordenador). Materiais de Construção – Vol. II – Capítulo 28 – Vidro, p. 876-877. Rio de Janeiro. LTC, 2012.

            Portanto, verifica-se que o conforto acústico e a excelente proteção contra os raios UV são obtidos após a laminação com três ou quatro camadas de PVB, e não antes como consta na segunda afirmativa, o que a torna incorreta.

Gabarito Preliminar Oficial: C

Gabarito Proposto: Anulação

49) Leia o texto a seguir.

Um dos assuntos mais importantes durante a construção de uma obra são as instalações elétricas. Não somente por elas serem de extrema importância para a rotina da sua casa ou empreendimento comercial, já que a eletricidade é a principal fonte de luz, causando uma grande dependência desta para as mais diversas tarefas do nosso dia a dia, mas também para a segurança dos usuários.

(Disponível em: <https://portejr.com.br/instalacoes-eletricas/>. Acesso em: 04/03/2020. Modificado)

Com relação às instalações elétricas prediais, é correto afirmar que

a) os circuitos elétricos para instalações residenciais podem manter em um mesmo circuito as tomadas e iluminação.

b) as instalações elétricas mal dimensionadas ou mau executadas podem trazer diversos transtornos durante a concepção do projeto.

c) os serviços de instalações elétricas necessitam de cabos e fios de qualidade e disjuntores, item essencial para o funcionamento de um sistema elétrico.

d) o cabo UTP e o conector RJ45 são usados como padrão durante a instalação, colaborando para a transmissão e distribuição da energia elétrica na residência.

Comentários:

A norma ABNT ABNT 5410 – Instalações elétricas de baixa tensão, prevê que:

“Os circuitos terminais devem ser individualizados pela função dos equipamentos de utilização que alimentam. Em particular, devem ser previstos circuitos terminais distintos para pontos de iluminação e para pontos de tomada.

(…)

9.5.3.2 Os pontos de tomada de cozinhas, copas, copas-cozinhas, áreas de serviço, lavanderias e locais análogos devem ser atendidos por circuitos exclusivamente destinados à alimentação de tomadas desses locais.

9.5.3.3 Em locais de habitação, admite-se, como exceção à regra geral de 4.2.5.5, que pontos de tomada, exceto aqueles indicados em 9.5.3.2, e pontos de iluminação possam ser alimentados por circuito comum, desde que as seguintes condições sejam simultaneamente atendidas:

a) a corrente de projeto (IB) do circuito comum (iluminação mais tomadas) não deve ser superior a 16 A;

b) os pontos de iluminação não sejam alimentados, em sua totalidade, por um só circuito, caso esse circuito seja comum (iluminação mais tomadas); e

c) os pontos de tomadas, já excluídos os indicados em 9.5.3.2, não sejam alimentados, em sua totalidade, por um só circuito, caso esse circuito seja comum (iluminação mais tomadas).”

Portanto, verifica-se que, de acordo com a norma ABNT NBR 5410 o item A também está correto.

Gabarito Preliminar Oficial: C

Gabarito Proposto: Anulação

Leia o texto a seguir.

Ferramentas de planejamento de empreendimentos civis

O sucesso em projetos de Construção Civil caracteriza-se pela atuação permanente do gestor na programação e controle de seus empreendimentos. Portanto, a fim de alcançar uma boa administração, a necessidade em adotar técnicas gerenciais apropriadas se torna evidente. Assim, por meio delas, buscam-se adequações à incertezas, inconstâncias de habilidades e recursos envolvidos e ciclo de vida do empreendimento.

(Disponível em: <https://www.guiadaengenharia.com/curva-s-engenharia/>. Acesso em: 04/03/2020. Modificado)

Referente ao planejamento de empreendimentos civis com a ferramenta da curva S, é correto afirmar que a curva S

a) não pode ser elaborada com números absolutos, só em percentuais.

b) é uma ferramenta gerencial que fornece dados que permitem um comparativo entre planejado x realizado.

c) em termos práticos, nos permite visualizar o quão distante uma execução está daquilo que realmente foi executado.

d) é uma representação da soma unitária de parcelas

Comentários:

De acordo com Mattos (2010), no capítulo sobre a Análise de Valor Agregado ou EVA (earned value analysis), ensina que o método EVA compara o valor do trabalho planejado com o do trabalho realmente concluído para avaliar se os desempenhos de custo e programação do empreendimento estão de acordo com o planejado, por meio de indicadores de desempenho, que permitem antever o resultado provável do projeto em termos de custo e prazo.

O ponto de partida para a implementação do EVA é o cronograma físico-financeiro. Este se baseia em uma EAP e gera como subproduto a curva S de custos, conforme a figura a seguir. A curva S serve de parâmetro para a análise da relação entre o valor agregado e o valor planejado do trabalho em um dado período.

O Valor Agregado (VA) representa o custo orçado do trabalho realizado. O VA refere-se ao custo orçado e não se relaciona com o custo real, ou seja, é o custo do que foi executado com base nos preços planilhados e não nos preços de mercado atualizados.

E o Valor Previsto (VP) é o custo que deveria ter sido incorrido no período de aferição. Ele corresponde ao custo orçado do trabalho agendado (ou planejado), ou seja, calculado de acordo com o orçamento/planejamento da obra. O VP não tem nada a ver com o que foi fisicamente realizado. Ele corresponde à linha de base.

Ainda de acordo com Mattos (2010), a curva S feita no início do projeto representa a linha de base (baseline), que é a referência com a qual se compara o progresso realizado.

Fonte:

– Mattos, Aldo Dórea. Planejamento e Controle de Obras. Capítulo 18, p. 353-359. São Paulo: PINI, 2010.

Portanto, verifica-se que a Curva S pode ser considerada como uma ferramenta gerencial que fornece dados que permitem um comparativo entre planejado x realizado.

Gabarito Preliminar Oficial: C

Gabarito proposto: Anulação

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!