fbpx

QR Capital inicia oferta do primeiro ETF de Bitcoin da Bolsa brasileira

(Gerd Altmann/Pixabay)

SÃO PAULO – Com o debate em torno das criptomoedas cada vez mais quente, o investidor brasileiro vai ganhar uma nova opção para se expor ao mais famoso dos criptoativos.

Foi anunciada nesta terça-feira (8) a primeira emissão de cotas do ETF QBTC11, da QR Asset Management, do grupo QR Capital, o primeiro fundo de índice da América Latina com 100% de exposição ao Bitcoin. Em março, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou a negociação do referido ETF de Bitcoin.

No fim de abril, a Hashdex havia lançado na Bolsa as cotas do primeiro ETF de criptomoedas do Brasil, conhecido pelo código HASH11.

O ETF QBTC11 da QR Asset tem taxa de administração de 0,75% ao ano e replica o índice CME CF Bitcoin Reference Rate, referência dos contratos futuros de bitcoin negociados pela bolsa americana “Chicago Mercantile Exchange Group”.

De acordo com o cronograma da oferta, na próxima segunda-feira (14) tem início o período para os pedidos de subscrição de cotas, com a data de liquidação prevista para o dia 22, e as negociações das cotas na B3 a partir de 23 de junho.

“O QBTC11 permite a investidores se protegerem do risco cambial se expondo a um ativo dolarizado e altamente líquido – o bitcoin, maior de todas as criptomoedas, tem volume de movimentação diário superior a R$ 100 bilhões, ou cerca de quatro vezes o volume da própria B3”, destaca a QR Asset, em nota.

As criptomoedas têm estado sob forte volatilidade nos últimos dias, com o aumento do risco de regulação no setor após casos de ataques hackers, e do debate levantado pelo CEO da Tesla, Elon Musk, sobre a sustentabilidade dos criptoativos.

Sócia da XP Investimentos oferece curso gratuito de como alcançar a liberdade financeira. Clique aqui para se inscrever.

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais