fbpx

Quando naufrágio vira atração: 7 destinos pelo mundo com cenários emblemáticos

source

Na hora de viajar o que você prioriza: paisagens excepcionais ou pontos turísticos emblemáticos? Uma pesquisa realizada pelo Booking.com com 53 mil turistas apontou que os brasileiros têm maior interesse em visitar locais diferenciados. (88% gostam de paisagens excepcionais e 82% pontos emblemáticos).

Leia também: 5 curiosidades sobre o Titanic, o navio mais famoso do mundo

E não há nada mais emblemático do que locais onde aconteceram um naufrágio , não é mesmo? Esses pontos turísticos geralmente contém muita história, além de belezas naturais. Para quem gosta desse tipo de viagem, o Booking.com se juntou ao iG Turismo para listar sete destinos diferenciados para você conhecer.

Costa dos Esqueletos, Namíbia

navio arrow-options
shutterstock

O navio Eduard Bohlen está encalhado no meio na areia na Namíbia e é ponto turístico do país

A Costa dos Esqueletos tem esse nome por ser a região do litoral norte da Namíbia com mais embarcações naufragadas. Os ventos fortes, nevoeiro frequente e os mares turbulentos são alguns dos motivos que levaram esses navios a encalhar nas águas rasas ou serem abandonados para enferrujar na areia.

Um dos naufrágios mais famosos da região é o navio Eduard Bohlen. Para visitar a embarcação é preciso utilizar um veículo 4×4 e, na maioria das vezes, as agências turísticas são as responsáveis pelo passeio.

Gytheio, Grécia

navio arrow-options
Reprodução/ Booking.com

Na praia de Valtaki está o navio Dimitrios que afundou em 1981

Assim como no caso da Costa dos Esqueletos, para visitar o Gytheio você não precisa de equipamento de mergulho. O Dimitrios fica na praia de Valtaki e para chegar até lá, é só seguir a estrada panorâmica pelo litoral de Gytheio. É possível chegar ao naufrágio caminhando ou nadando nas águas rasas.

O navio enferrujado encalhou nas águas rasas em 1981. Segundo os boatos, as autoridades portuárias apreenderam a embarcação por suposto contrabando de cigarros. A praia de Valtaki é ideal para famílias, tem um restaurante próximo e muito espaço para estacionar.

Inis Oírr, Irlanda

navio arrow-options
Reprodução/ Booking.com

Em Inis Oírr está o navio MV Plassey, vítima de um naufrágio em 1960

O navio de carga MV Plassey naufragou no litoral de Inis Oírr (Inisheer) em 1960, depois de lutar com as ondas fortes do Atlântico e os ventos poderosos que sopravam em direção à terra firme.

O Plassey levava uísque, vitrais e fios de tecido no momento em que a tempestade fez a embarcação colidir com o rochedo Finnis Rock. Toda a tripulação foi resgatada graças à ajuda dos moradores locais. O navio acabou sendo arrastado para fora do rochedo algumas semanas depois e atracou. O acesso ao naufrágio do Plassey pode ser feito pela cidade de Galway.

Roatán, Honduras

roatán arrow-options
shutterstock

Na Ilha de Roatán está o maior naufrágio do Caribe

Roatán fica na segunda maior barreira de corais do mundo e é bastante recomendada para mergulho com cilindro e com snorkel. Lá também é o “lar” do Odyssey, um dos maiores naufrágios submersos do Caribe .

Assim como vários outros naufrágios em Roatán, essa embarcação foi afundada de propósito em 2002 para os mergulhadores poderem explorar e tirar fotos. Para explorar o Odyssey, é preciso ser experiente em mergulho com cilindro e ter um certificado antes de se aventurar.

Outro bom naufrágio em Roatán para praticantes de mergulho é o El Aguila. O navio de 75 metros de comprimento naufragou perto de Utila, enquanto transportava uma imensa carga de concreto. O navio foi dividido em três partes e levado a Roatán pelo Anthony”s Key Resort em 1997, depois naufragado novamente a 30 metros de profundidade para divertir os mergulhadores.

Lanai, Havaí

havaí arrow-options
Reprodução/ Booking.com

Em Lanai, Havaí tem um dos naufrágios da Segunda Guerra Mundial, o YOGN-42

A menor ilha habitada do Havaí é muito recomendada por viajantes da Booking.com por suas praias, tranquilidade e para relaxar. Lanai é um destino excelente para quem procura um refúgio mais afastado.

A praia de Kaiolohia (Shipwreck) Beach conta com vários naufrágios em seus 9,5 km de extensão e fica a cerca de 45 minutos de carro de Lanai City. A praia não é muito boa para nadar, pois a correnteza é forte e o fundo do mar é rochoso demais.

No entanto, os turistas viajam para lá para ver um dos naufrágios mais famosos da ilha: o YOGN-42, um navio-tanque da Segunda Guerra Mundial que repousa a 200 metros do litoral norte da ilha. Para chegar em Shipwreck Beach, é preciso pegar uma estrada de terra e caminhar a pé por um longo trajeto.

Tobermory, Canadá

navio arrow-options
divulgação/ booking.com

O navio Sweepstakes está na costa do Canadá e atrai muitos turistas para ponto de naufrágio

O Sweepstakes naufragou em 1885, em águas rasas, depois de colidir com um rochedo perto de Cove Island, no Canadá. A escuna tem 36 metros de comprimento e pode ser vista de cima em um passeio de barco com casco transparente.

O barco do século XIX está a poucos metros da superfície do porto Big Tub e é uma atração popular do Parque Nacional Marítimo Fathom Five. Para quem não quer ver apenas de cima, dá para mergulhar com cilindro ou snorkel e conhecer melhor os destroços do navio . Flowerpot Island fica a 6,5 km do litoral de Tobermory e só é possível chegar lá de barco.

SS Maheno, Austrália

austrália arrow-options
Reprodução/ Booking.com

O SS Maheno é um naufrágio da Primeira Guerra Mundial

Construído em 1905 para servir como um transatlântico, o SS Mahero foi usado como navio hospital na Primeira Guerra Mundial. Quando a guerra acabou, o navio voltou a transportar passageiros, até ser atingido por um ciclone e arrastado até o litoral da Fraser Island, na Austrália, a maior ilha de areia do mundo.

Hoje os destroços do navio são uma atração turística popular e um dos lugares mais visitados da ilha. A Fraser Island é patrimônio da Unesco e conta com praias belíssimas, florestas exuberantes e uma fauna única, incluindo os dingos (cães selvagens australianos).

Leia também: 10 pontos turísticos para conhecer antes que eles desapareçam

Se interessou pelo turismo de naufrágio ? Toparia uma aventura dessas?

Fonte: IG Turismo
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!