fbpx

Quarentena inspira escritores na criação de novas obras

Para muitas pessoas, o período de isolamento social ocasionado pela pandemia de Covid-19 pode servir como momento de inspiração para produzir. É o caso de muitos escritores, cantores e artistas em geral.
Para o autor da trilogia “Johnny Bleas”, o paulistano João Gabriel Brene, a inspiração se torna presente quando existe harmonia com o todo.

Foto: Divulgação / DINO

“Dizem que a inspiração é um estado de espírito, que acontece quando estamos em harmonia com nosso eu e com o universo. Onde todas as possibilidades são possíveis e o processo criativo acontece naturalmente”, explica o autor.

Brene afirma que quando consegue chegar a esse momento de inspiração, tenta aproveitá-lo ao máximo, não apenas em suas obras literárias, mas também em suas obras artísticas, como pinturas, óleo sobre tela e esculturas.

“É importante esclarecer que para pequenos momentos de inspiração, são necessárias horas de dedicação ao nosso trabalho. O momento atual de quarentema certamente me permitiu olhar mais para dentro, buscando ao máximo me sentir em harmonia com o universo e com meu eu”, conta o criador de Johnny Bleas.

Segundo ele, em tudo na vida há ônus e bônus e a situação de quarentena não apenas é uma catástrofe global, mas como também gera grande tristeza nas perdas pelas mortes de pessoas em todo o mundo.

“Ainda assim, é válido que busquemos como em qualquer situação de dificuldade, os aprendizados que podemos adquirir das situações”, comenta.

Produzindo na quarentena

O escritor João Gabriel Brene está aproveitando o momento da quarentena para produzir suas obras e atualmente está com três trabalhos em andamento.

Duas das obras são romances ficcionais, sua grande paixão de escrita. Uma terceira obra está relacionada a sua área técnica científica de estudo, as múltiplas tecnologias digitais relacionadas a neurociência e educação, outra paixão que ele tem.

“Certamente há uma dificuldade em relação ao foco das obras para quem trabalha em três livros ao mesmo tempo. Oriento minha atenção a cada uma delas de acordo com minha inspiração, humor e vontade de cada dia. Raramente trabalho no mesmo dia mais de uma obra. Certamente o ser humano em sua complexidade é capaz de trabalhar em múltiplas tarefas, se conseguir organizar seu tempo”, revela João Gabriel Brene.

Conselhos para novos autores em tempos de quarentena

De acordo com o escritor paulistano, em tempos de quarentena ou qualquer outro período, o seu primeiro conselho para quem deseja escrever o primeiro livro é dar o primeiro passo.

Brene destaca que quando decidir começar, todos acabarão se deparando com o desespero da maioria dos escritores, que é a página em branco.

Para quebrar essa barreira inicial, ele aconselha a colocar em tópicos as primeiras ideias sobre o assunto. Em seguida começar a escrever pequenas frases que descrevem cada um dos tópicos que foram criados.

“Esta composição será o pontapé inicial para que você consiga estruturar de maneira organizada o começo, meio e fim de sua obra”, afirma.

Para o autor da trilogia “Johnny Bleas”, em um momento de crise global, é possível que assuntos leves que estimulem a imaginação e guie os leitores para mundos distantes e ficcionais sejam uma boa escolha, assim como assuntos relacionados ao autoconhecimento.

“Quando nos conhecemos melhor, damos a nós mesmos a oportunidade de expandir nossa mente e nos unificar com a consciência universal”, finaliza João Gabriel Brene.

Website: https://www.jgbrene.com/o-autor

Veja também:

Por apoio à CPMF, Guedes vai propor cortar à metade tributos sobre salários

DINO
Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!