fbpx

Red Bull Bragantino goleia o Ceará e deixa a lanterna do Brasileirão – Esportes





Após sofrer com resultados ruins nas últimas rodadas, o Red Bull Bragantino finalmente reencontrou o caminha das vitórias, dessa vez diante o Ceará, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, na noite deste sábado (19).


Com o placar de 4 a 2, a equipe de Maurício Barbieri chegou aos 10 pontos, pulando para a 16ª colocação, porém terá que esperar os demais jogos na rodada para saber se irá manter-se fora do Z4, e já mira o próximo duelo contra o Vasco, domingo (29). Por outro lado, a equipe comandada por Guto Ferreira estacionou com seus 13 pontos, ficando na 9ª colocação, e terá como adversário agora o Goiás, no mesmo dia.


Jogando sob seus domínios, o Red Bull Bragantino pareceu entrar em campo determinado a conquistar mais uma vitória para escapar da lanterna. Com isso, logo aos 3 minutos, Léo Ortiz, aproveitando cabeçada de Ligger para o meio da área após cobrança de escanteio de Claudinho, apenas teve o trabalho de  mandar para o fundo da rede. 1 a 0.


Mesmo sofrendo com a intensidade da equipe da casa, o Ceará, aos poucos, foi tentando se acertar em campo. Sendo assim, em uma das primeiras chegadas, Vinícius, aproveitando passe de Samuel Xavier, aos 20, mandou a bomba sem chances para Júlio César. Era o tento de igualdade do Vozão. 1 a 1.


Porém os visitantes tiveram pouco tempo de comemoração. Nos minutos seguintes, aos 22, Bruno Tubarão já tratou de deixar o Massa Bruta em vantagem novamente. Após Prass dar rebote no chute de Artur, o meia fez 2 a 1.


E a equipe do Red Bull não estava mesmo disposta a escapar a vitória em casa. Antes do término da primeira etapa, Bruno Tubarão arrancou pela esquerda e fez o cruzamento rasteiro, dando um belo presente para Alerrandro que apareceu e mandou para o gol. 3 a 1.


Braga seguiu melhor em campo


Na volta para a segunda etapa, apenas Guto Ferreira optou por modificar seu esquema tático inicial, enquanto Maurício Barbieri esperou alguns minutos pare promover sua primeira troca. Mas com o tempo passando, quem ainda ditava ritmo no jogo era o Red Bull, conseguindo acertar a trave de Prass em uma de suas jogadas no campo ataque, em um bom chute de Alerrandro.


LUCAS EVANGELISTA MARCA O QUARTO


E parecia que a noite era mesmo a favor do time de Bragança. Após dar um susto no adversário, Lucas Evangelista foi mais preciso e após passe de letra de Alerrandro de volta, o meia tocou bonito por cima do camisa 1 do Vozão. 4 a 1.


MAIS TROCAS NO VOZÃO E DESCONTO NO PLACAR


Mesmo com as mudanças entre elas tirando o autor do gol Vinícius, colocando Wescley em seu lugar, a equipe de Guto esbarrava na falta de sorte. Além das boas defesas de Júlio, como na finalização de Fernando Sobral, Cléber também chegou a arriscar, mas a pontaria do atacante não era o suficiente para estufar as redes do rival.


Somente aos 43 minutos, Wescley conseguiu marcar a favor do time cearense. Após receber bom passe de Bruno Pacheco, o meia arriscou o chute que ainda contou com um desvio do camisa 1 do Massa Bruta antes de entrar. 4 a 2.


Praticamente tentando manter o resultado, o Red Bull ainda chegou a pressionar nos últimos minutos. Entretanto, as tentativas não surtiram efeito fazendo com que o time vibrasse com a vitória no apito final do árbitro.


FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 4×2 CEARÁ


Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)

Data-Hora: 19/09/2020 – 19h (Horário de Brasília)

​Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (CBF-GO)

Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha (ambos CBF-GO)

​VAR: Elmo Alves Resende Cunha (CBF-GO)

Cartões amarelos: Ricardo Ryller, Lucas Evangelista, Luan Cândido e Claudinho (RBB); Luiz Otávio, Marthã e Charles (CEA)

​Cartões vermelhos: –

Gol: Léo Ortiz (aos 3’/1ºT), Bruno Tubarão (aos 22’/1ºT), Alerrandro (aos 44’/2ºT) e Lucas Evangelista (aos 16’/2ºT) (RBB); Vinícius (aos 20’/1ºT) e Wescley (aos 43’/2ºT) (CEA)


RED BULL BRAGANTINO: Júlio César; Raul, Léo Ortiz, Ligger e Weverson; Ricardo Ryller (Aderlan, aos 9’/2ºT), Lucas Evangelista (Matheus Jesus, aos 27’/2ºT) e Bruno Tubarão (Luan Cândido, aos 38’/2ºT); Artur, Alerrandro (Hurtado, aos 38’/2ºT) e Claudinho (Luiz Phelipe, aos 27’/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.


CEARÁ: Fernando Prass; Samuel Xavier (Eduardo, aos 23’/2ºT), Gabriel Lacerda, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Marthã (William Oliveira, no intervalo), Charles e Lima (Fernando Sobral, no intervalo); Vinícius (Wescley, aos 30’/2ºT), Leandro Carvalho (Felipe Baxola, aos 30’/2ºT) e Cléber. Técnico: Guto Ferreira.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!