Relatório da Previdência será apresentado nesta quinta com previsão de economia de R$ 850 bi

(José Cruz/Agência Brasil)

SÃO PAULO – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira (12) que o relatório da reforma da Previdência será lido na Comissão Especial nesta quinta e que a votação no plenário deve ocorrer na primeira semana de julho.

“É depois do relatório apresentado que vão aparecer as polêmicas. Mas temos tempo. A comissão pode votar até a última semana de junho”, disse ele.

Em entrevista, Maia afirmou também a proposta não irá incluir estados e municípios, sendo que isso será debatido posteriormente. Há a expectativa de que pode ocorrer um pronunciamento ainda hoje com detalhes sobre o relatório.

Rumores apontam que a proposta não terá mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC), na aposentadoria rural e nem a capitalização. A idade mínima para professoras foi reduzida para 57 anos e uma nova regra de transição será incluída.

Enquanto isso, em reunião com líderes partidários, o relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), disse que sua versão da proposta deve prever uma economia de R$ 800 bilhões a R$ 850 bilhões em dez anos. O texto original do governo apontava um corte de R$ 1,2 trilhão.

De acordo com a Folha de S. Paulo, Moreira disse que ainda estuda fazer mudanças no relatório para tentar levar a economia para próximo de R$ 950 bilhões.

Insira seu email abaixo e receba com exclusividade o Barômetro do Poder, um estudo mensal do InfoMoney com avaliações e projeções das principais casas de análise política do país:

Fonte: INFOMONEY

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: