fbpx

Repórter da Record TV detalha cobertura da morte de Maradona: ‘Não esperava ver violência’ – Esportes


Em Buenos Aires para o sepultamento de Diego Armando Maradona, a repórter Catarina Hong contou nesta quinta-feira (26) um pouco dos bastidores da cobertura da morte do ídolo do futebol mundial. A jornalista da Record TV disse que não esperava presenciar as cenas de violência entre policiais e manifestantes em frente à Casa Rosada, local em que o craque foi velado.


“Quando a organização do evento percebeu que todas aquelas pessoas, que formavam uma fila de mais de 20 quarteirões, não conseguiriam chegar à Casa Rosada, eles ficaram na dúvida se estendiam o velório. A família não quis estender e então decidiram encerrar o velório. E aí houve uma revolta popular e um confronto com a polícia”, contou Catarina.


Maradona morreu na última quarta e o velório na Casa Rosada, sede do governo argentino, foi aberto ao público na manhã desta quinta. Depois de quase 11 horas, o corpo do eterno camisa 10 da seleção argentina foi levado em cortejo até o cemitério Jardim da Paz, em um bairro na periferia de Buenos Aires. Uma multidão acompanhou o trajeto e se despediu do craque em clima de estádio de futebol.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais