fbpx

Rosa Weber vota contra práticas religiosas na pandemia; placar está em 5 a 2 | Política

Reprodução/TV Justiça

Rosa Weber, ministra do Supremo Tribunal Federal (STF)

A ministra Rosa Weber
, do Supremo Tribunal Federal
(STF), votou nesta quinta-feira (8) pela proibição da realização de cultos e missas presenciais durante a pandemia
da Covid-19
, doença causada pelo novo coronavírus
(Sars-CoV-2). Acompanhe a sessão aqui
.

O placar provisório está em 5 a 2. Votaram pela proibição os ministros Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber. Por enquanto são vencidos Dias Toffoli e Nunes Marques.

Durante a leitura de seu voto, Rosa Weber teve um problema de conexão com a internet. Por isso, o ministro Luiz Fux, presidente da Corte, determinou que Toffoli votasse à frente dela.

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais