fbpx

Saiba Como Evitar Que Adolescentes Acessem Sites Pornográficos

Conteúdo Pode Prejudicar Desenvolvimento Dos Jovens

Duas Garotas se Divertindo no Celular

Basta alguns cliques para que os adolescentes tenham acesso a todos os tipos de informações, sem que os pais se dêem conta. Muitas vezes, esses conteúdos nem são apropriados para a idade deles, como os pornográficos.

Se os jovens começam a consumir esse tipo de conteúdo desde cedo, eles têm mais riscos de desenvolver ansiedade, depressão e até insatisfação na vida amorosa quando adultos. De acordo com estudo publicado na Veja, um em cada dez consumidores de pornografia não conseguem interromper o vício sozinho.

Mais do que um hábito, a pornografia pode se tornar uma dependência, prejudicando o lado psicológico e social do indivíduo. Em virtude disso é que a infância e adolescência devem ser preservadas desses conteúdos, assim como do álcool e do tabaco.

Jovem Olhando o Conteúdo de seu Smartphone

Jovem Olhando o Conteúdo de seu Smartphone

Formas De Bloquear O Acesso À Pornografia

Para quem usa Windows, é basta simples criar um ambiente virtual seguro para os filhos. Os pais podem criar uma conta diferente ou aplicar restrições. Para fazer isso, vá em: disco local>windows>system32>drivers>etc>hosts.

Copie o arquivo “hosts” e abra o bloco de notas (notepad). No bloco, cole o código do “hosts” e no fim do arquivo 127.0.0.1. Ao lado desse número, coloque os sites que deseja bloquear. Por exemplo: 127.0.0.1 www.pornhub.com.

Caso o seu computador tenha sistema MAC, é ainda mais fácil configurar o acesso. Nesse caso, você deve ir em preferências de sistema>controle dos pais e escolher uma conta de usuário, isto é, o acesso do seu filho. Nessa parte, você deve acessar a aba “web” ou “conteúdo” para customizar os sites que deverão ser bloqueados.

É importante lembrar que os jovens estão acessando cada vez mais a internet pelo celular. Mas até para esses casos os pais podem configurar o dispositivo para torná-lo mais seguro aos adolescentes.

Existem algumas ferramentas que auxiliam nessa tarefa. Um desses aplicativos é o FamiSafe, disponível para Android e iOS. Basta baixar o app para ter acesso a diversas funcionalidades de controle parental, como bloqueador de aplicativos, controle de tempo de tela, rastreamento e filtro de navegação web — isto é, bloqueio de sites impróprios.

Também vale destacar que a internet não é apenas a navegação que se vê. Existe um submundo chamado de deep web que preocupa famílias e autoridade. Tanto que a Comissão dos Direitos Humanos já está discutindo o tema para evitar o acesso, principalmente, de crianças e adolescentes a esse universo.

Como não é possível rastrear os endereços da deep web, é fundamental que os pais estejam atentos ao comportamento dos filhos e tenham diálogo aberto sobre esse assunto. Embora a internet tenha uma infinidade de conteúdos interessantes e educativos, ela também pode prejudicar o desenvolvimento do jovem se usada de maneira inadequada.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.8″;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));(function(e,a,f){var c,b=e.getElementsByTagName(a)[0];if(e.getElementById(f)){return}c=e.createElement(a);c.id=f;c.async=true;c.src=”http://connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1″;b.parentNode.insertBefore(c,b)}(document,”script”,”facebook-jssdk”));

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!