fbpx

Salão do Automóvel de Frankfurt é alvo de protestos de ambientalistas

Cerca de 20 mil pessoas participam de atos exigindo o fim do motor de combustão e mais investimentos em meios de transporte alternativos. Mais de 10 mil ciclistas bloqueiam temporariamente duas estradas da região.Dezenas de milhares de ambientalistas protestaram neste sábado (14/09) no Salão do Automóvel de Frankfurt (IAA). No primeiro dia em que os portões da feira foram abertos ao público, os manifestantes usaram o evento como uma plataforma para exigir que ao setor automobilístico assuma sua responsabilidade como indústria poluidora do meio ambiente.

“Stop SUV”: os veículos utilitários esportivos são considerados especialmente poluentes

Foto: DW / Deutsche Welle

As estimativas do número de participantes das manifestações variaram entre cerca de 15 mil, segundo a polícia, para 25 mil, na contagem dos organizadores. Mais de 10 mil compareceram de bicicleta, tomando parte numa passeata de ciclistas que bloqueou temporariamente duas estradas da região.

Os manifestantes reivindicaram o fim do motor de combustão e uma reforma da política de transporte que incentive veículos com baixa emissão de carbono, como bicicletas, ônibus e trens.

Outras acusações levantadas pelos manifestantes é que a indústria automobilística não está se movendo rápido o suficiente em direção a um meio transporte livre de emissões. Muitos também exigem medidas para desencorajar a compra de SUVs, considerados veículos especialmente prejudiciais ao meio ambiente. Alguns setores políticos alemães têm proposto ultimamente medidas para sobretaxar veículos utilitários esportivos ou mesmo proibi-los nos centros das cidades.

Os manifestantes exibiram faixas pedindo uma “transição do transporte” ou “Verkehrswende”, em uma aparente referência à planejada “Energiewende”, como o governo da Alemanha chama a transição para fontes renováveis de energia.

No dia anterior, sexta-feira, participantes do movimento ambientalista Fridays for Future e ativistas do Greenpeace promoveram um ato de protesto dentro da IAA no momento em que a chanceler federal alemã, Angela Merkel, visitava a feira. Manifestantes invadiram o estande da Volkswagen e subiram nos carros, portando cartazes com a inscrição “Klimakiller” (assassino do clima).

MD/afp/epd/ap/dpa

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | App | Instagram | Newsletter

Deutsche Welle
A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – NOTÍCIAS

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!