fbpx

Sarah Frota: “Tentei fazer tudo 200% certo”

UFC: Você já chegou ao UFC nos holofotes por conta do Contender Series, e acabou sendo derrotada na estreia. Sente alguma pressão para vencer agora?

Sarah: Perder nunca é legal, e lógico que rola aquela pressão de tipo ‘já perdi a primeira luta no evento, então nessa tenho que representar’, mas eu tento não deixar isso me abalar. Eu vim do jiu-jítsu, e no jiu-jítsu a gente lutava praticamente todo fim de semana. Em um a gente ganhava, no outro a gente perdia, e não podia deixar a derrota anterior atrapalhar o campeonato.

O que eu tentei tirar dessa luta minha foi ‘o que eu fiz de errado?’, ‘por que eu não bati o peso?’, ‘o que aconteceu que eu não consegui demonstrar tudo o que eu tenho dentro do cage?’ Não desmerecendo a Livinha, mas eu não acho que eu, Sarah Frota, lutei 100%. Eu não faço tanto a análise da minha adversária, eu faço a análise da minha performance. E a minha performance, para mim, não foi satisfatória. Eu me senti lenta, me senti letárgica, e quando voltei para a academia eu sentei com toda a minha equipe e falei o que a gente fez de errado. Por que se eu não bati o peso? Alguma coisa aconteceu. Nem que seja estar na categoria errada.

O que eu tentei para essa luta foi fazer tudo 200% certo para chegar lá e dar o meu melhor, porque aí é 50/50. Ela vai dar o melhor dela, e eu vou dar o melhor meu, e aí quem conseguir sobressair ganha a luta. Mas eu não vou perder para mim, porque já entrei derrotada com a Livinha. 


Fonte: UFC

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!