fbpx

Scania apresenta caminhão autônomo sem cabine

A empresa sueca Scania apresentou, nesta terça-feira (24), um modelo de caminhão autônomo que chama a atenção por não ter cabine. Chamado de AXL, ele foi projetado para operar em minas e construções, ambientes de circulação controlada que trazem riscos menores de acidentes.

A empresa publicou, nas redes sociais, imagens do modelo em ação. Por meio de painel remoto, operadores “dirigem” os equipamentos em terrenos regulares, aparentemente em baixa velocidade. Enquanto um deles se movimenta e recebe carga, informações são mostradas em tempo real nas telas. O vídeo também destaca o uso de combustíveis renováveis, sem especificá-los.

De acordo com a companhia, o desempenho do veículo em minas e outros locais será facilitado por um sistema de logística inteligente. A primeira demonstração ao vivo ocorrerá em 2 de outubro, em Södertälje, na Suécia. “Estamos dando um passo importante para os sistemas inteligentes de transporte do futuro”, afirmou o presidente da Scania, Henrik Henriksson.

Disputa pesada

O desenvolvimento de caminhões autônomos é uma disputa que envolve grandes fabricantes — como Scania, Volvo e Daimler (dona da Mercedes-Benz) — gigantes de tecnologia como a Tesla e diversas empresas de inovação, entre elas Waymo (empresa ‘irmã do Google’), TuSimple e Starsky Robotics. Outra aposta era a Otto, empresa fundada por ex-engenheiro da Google e adquirida pela Uber, mas que teve projeto descontinuado em 2018.

A Volvo, concorrente direta da Scania, já conta com modelo sem cabine — inclusive com operação real em parceria com a empresa de navegação dinamarquesa DFDS. Em junho, o veículo Vera passou a transportar contêineres de centro de logística para terminal portuário na cidade de Gothenburg, também na Suécia.

Testes com outras finalidades ocorrem em outros países, como os Estados Unidos. É o caso da Daimler, que iniciou projeto piloto em vias públicas norte-americanas em setembro. Já a startup TuSimple realizou entregas com veículos autônomos nas cidades de Phoenix e Dallas para o serviço postal.

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – TECNOLOGIA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!