Seleção com Tite se aproxima de eixo São Paulo-Rio Grande do Sul

Depois de passar anos em busca de jogos no Nordeste, a seleção brasileira sob o comando do técnico Tite está mais próxima do Sul e Sudeste do País. Com uma mescla de paulistas com gaúchos na comissão técnica, a equipe estreita relação com esses dois Estados, cujas capitais foram as cidades brasileiras que mais receberam partidas do Brasil desde a chegada do treinador ao cargo, há três anos.

Contratado pela CBF em junho de 2016, Tite dirigiu a seleção brasileira no Nordeste apenas na vitória sobre a Bolívia, pelas Eliminatórias, e no empate com a Venezuela, pela Copa América. Já diante do público paulistano, a seleção brasileira atuou quatro vezes. A capital gaúcha receberá pela terceira vez uma partida da equipe na quinta-feira, na Arena do Grêmio, contra o Paraguai pelas quartas de final da Copa América.

O Nordeste foi a região preferida da CBF depois da Copa de 2014. O intuito da entidade foi procurar um local com mais apoio da torcida após o fiasco no Mundial disputado dentro de casa. Por isso, a seleção procurou cidades como Salvador, Fortaleza e Recife nas primeiras rodadas das Eliminatórias. Com a vinda de Tite e a conquista de bons resultados, o leque de opções se abriu para o Sul e Sudeste, regiões consideradas de torcidas mais exigentes.

A identificação de Tite com os públicos paulista e gaúcho também contribui para essa ligação. Em São Paulo o treinador fez sólida carreira no clube de maior torcida do Estado, o Corinthians, e no Rio Grande do Sul, foi campeão tanto pelo Inter como pelo Grêmio. A própria comissão técnica é um misto desses duas regiões, com a presença do coordenador de seleções Edu Gaspar (ex-Corinthians) e do auxiliar técnico Cléber Xavier, parceiro de Tite desde a época do Grêmio.

Xavier, aliás, disse nesta segunda-feira esperar um amplo apoio do público gaúcho na quinta, assim como foi no último sábado, justamente pela ligação entre o elenco e a população local. “O ambiente, o astral da Arena Corinthians estava bom. Mas acredito que aqui (na Arena do Grêmio) vai estar também pela presença de gaúchos na equipe”, afirmou em entrevista ao SporTV.

Dos gaúchos no elenco, os destaques são o goleiro Alisson e o atacante Everton, que embora seja cearense, defende o Grêmio. O carioca Philippe Coutinho é um dos jogadores da atual seleção a ter uma ligação com Porto Alegre, principalmente por ter marcado gols nas últimas partidas disputadas na cidade. “Espero que continue assim essa maré de gols aqui no Sul. Vamos ter um jogo muito importante na quinta”, comentou.

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: