fbpx

Ser medalhista nas argolas é difícil. Veja uma parte de treino de Zanetti – Prisma


A seleção brasileira de ginástica ficou parada por quase quatro meses devido à pandemia do novo coronavírus. Como a situação ainda não está controlada no Brasil, os atletas foram Portugal com objetivo de retomar a preparação para Olimpíada de Tóquio


Há uma semana na Europa, o campeão olímpico Arthur Zanetti está no processo que ele chama de ‘ficar monstro’. Explicando melhor é o trabalho para ganho de força. 


Nesta terça-feira, o treininho foi puxado. De ponta-cabeça e com as pernas presas em uma barra, o campeão olímpico de Londres 2012 levanta 23 kg de cada lado para fortalecer os braços, que são fundamentais na prova de argolas. 


Repare que Caio Souza, campeão Pan-Americano em 2019, faz um esforço, com os dois braços, para levantar o peso e entregá-lo a Zanetti, que faz o exercício com um só.


As veias saltadas no pescoço e nos braços do ginasta deixam claro a dificuldade dessa pequena parte da preparação olímpica. 


Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais