Sheymon Moraes quer “roubar bolo do aniversariante” no UFC Sacramento

UFC Brasil: Você não saiu com o resultado que queria da sua última luta com Sodiq Yussuf. Conseguiu enxergar o que faltou para conquistar a vitória?

Sheymon: “Assisti à luta umas cinco ou seis vezes e analisei com calma round a round. Eu acho que ganhei aquela luta, acho que foi um equívoco dos árbitros. Ganhei o 1º round, o 2º round, estava ganhando o 3º quando tomei aquela mão, mas ele não me controlou nem por 15 segundos e eu terminei atacando. Acho que, no máximo, poderiam ter dado um round para ele, mas mesmo assim eu iria ganhar a luta. Vida que segue. Agora é entrar um pouco mais ativo, mais agressivo e vamos para a próxima”.

UFC Brasil: Neste sábado, você enfrenta o Andre Fili na cidade em que ele vive, com vários atletas da academia dele (Team Alpha Male) competindo no card. Qual a expectativa?

Sheymon: “A expectativa é a melhor possível. É chegar lá no sábado e roubar o bolo do aniversariante. Podem esperar um Sheymon muito alegre, muito feliz. Treinei bastante para essa luta e vou dar meu melhor. Podem ter certeza que vou dar muita alegria para o Brasil”.

UFC Brasil: Quais pontos fortes e fracos você enxerga no seu oponente?

Sheymon: “Ele é um atleta alto, e bem completo, faz tudo muito bem. Ele troca bem, tem um wrestling bom, um jiu-jítsu bom, mas acho que sou mais rápido, mais forte e mais explosivo que ele, então vou explorar bastante isso”.

UFC Brasil: Fili já esteve no Top 15 dos pesos-pena e está bastante acostumado a enfrentar adversários ranqueados ou próximos ao ranking. Acha que esta é uma luta que pode te levar ao próximo degrau na organização?

Sheymon: “Sem dúvidas. Querendo ou não, ele é um atleta com um nome bom no UFC, ele já está lutando no topo da categoria há bastante tempo e eu ganhando dele vou mostrar a que vim. Como eu disse, achei que ganhei do Sodiq, e me deram uma luta ainda muito melhor, então acho que, ganhando essa, chego próximo ou então entro no Top 15. Mas meu foco é ir lá, fazer uma ótima apresentação, um ótimo trabalho e trazer a vitória para o Brasil”.

UFC Brasil: Passando por este desafio, quais os próximos passos? Já tem um próximo adversário em mente? 

Sheymon: “Não, é um passo de cada vez. O foco é total nessa luta, em fazer tudo perfeito como treinei, em ter uma performance perfeita para vencer a luta e depois vou ver. Peço proteção para não me machucar, sair da luta inteiro e, não me machucando, vou querer lutar o mais rápido possível. Depois dessa, quero fazer mais duas ou três lutas esse ano, vamos ver”.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube


Fonte: UFC

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: