fbpx

Sóbis promete melhora do desempenho do Internacional fora de casa no Brasileirão – Esportes

O Internacional segue vivo na Copa do Brasil e na Copa Libertadores, mas o desempenho fora de casa no Campeonato Brasileiro ainda incomoda. Neste sábado, o time gaúcho foi derrotado pelo Fluminense por 2 a 1, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e está perto de completar um ano sem vencer longe de seus domínios.

Um dos jogadores mais experientes do elenco, o atacante Rafael Sóbis tentou explicar a falta de vitórias e prometeu uma melhora no rendimento da equipe. “Estamos em três competições. São jogos diferentes, adrenalinas diferentes. A gente vai achar o ritmo, achar a melhor forma de jogar fora de casa no meio da pegada de mata-mata. Até que estamos bem no Brasileirão, mas vamos melhorar para render fora o que a gente rende em casa”, comentou o jogador, que apontou o primeiro gol como fator determinante para a derrota deste sábado.

“Na hora do primeiro gol meio que a gente estava com um a menos. Isso nos matou. Não conseguimos mais reagir. A adrenalina estava alta, mostramos força para empatar. Poderíamos ter mais tempo para buscar a igualdade, mas paciência. É hora de esquecer e pensar na próxima partida”, completou.

A última vitória do Internacional longe de casa no Brasileirão foi no dia 22 de agosto do ano passado, quando derrotou o Bahia por 1 a 0, na Arena Fonte Nova, em Salvador. De lá para cá foram 15 jogos, com nove derrotas e seis empates. “No primeiro tempo deixamos jogar. Eles criaram, não fizeram e acabamos segurando bem. No segundo tempo, abrimos um pouco e tomamos o gol. Fomos em busca, mas não conseguimos fazer os dois gols para empatar”, analisou o zagueiro Klaus, um dos reservas escalados neste sábado por opção da comissão técnica.

O técnico Odair Hellmann também tentou minimizar esta falta de vitória fora de casa, qualificando como uma coincidência “porque nós temos vencido fora em outras competições”. Além disso, ele demonstrou toda a sua preocupação com a recuperação dos seus jogadores, seguindo o programado pelo clube: priorizar as disputadas de mata-mata da Copa do Brasil e da Libertadores e se manter entre os primeiros colocados do Brasileirão.

“Não é nada fácil porque exige do lado psicológico, mental, físico e técnico. São jogos a cada três dias e vamos precisar usar o máximo de cada jogador”, revelou o treinador. Nesta quarta-feira, o time gaúcho vai enfrentar o Cruzeiro, pela rodada de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!