fbpx

STF decide liberar vídeo de reunião ministerial de Bolsonaro

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta sexta-feira permitir a divulgação, com exclusão de alguns trechos, do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril em que, segundo o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir no comando da Polícia Federal. Com a decisão, qualquer cidadão poderá ter acesso ao conteúdo do encontro de ministros com o presidente Jair Bolsonaro.

Bolsonaro em reunião com integrantes do governo — entre eles Sergio Moro, de braços cruzados à direita, cujas acusações contra o presidente ao deixar ministério motivaram inquérito

Foto: Marcos Corrêa/Presidência da República / BBC News Brasil

Em sua decisão, Celso de Mello determinou a exclusão de trechos específicos em que há referência a dois países com os quais o Brasil mantém relação diplomática, informou o STF em nota.

 

Mais informações em instantes.

Veja também:

Procuradoria abre investigação sobre vazamento de informações da ‘Furna da Onça’ a Flávio Bolsonaro

  • separator

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais