fbpx

Sucessão na Petrobras: saiba quem são os conselheiros que vão avaliar indicação de Silva e Luna para a presidência da estatal | Economia

Sete integrantes são indicados pelo acionista controlador, que é a União; três nomes vêm dos outros acionistas, e o último é escolhido pelos empregados da Petrobras.

Os 11 membros foram eleitos em Assembleia Geral Ordinária em julho para um mandato de até dois anos, admitidas no máximo três reeleições consecutivas.

A Petrobras informou que o conselho tem reunião ordinária prevista para a próxima terça-feira (23) – a pauta do encontro não foi divulgada.

Veja quem são os membros do Conselho de Administração

Eduardo Bacellar Leal Ferreira, presidente do Conselho de Administração, eleito pelo acionista controlador

1 de 11 Foto de arquivo: Eduardo Bacellar Leal Ferreira, presidente do Conselho de Administração, eleito pelo acionista controlador — Foto: Divulgação/Marinha

Foto de arquivo: Eduardo Bacellar Leal Ferreira, presidente do Conselho de Administração, eleito pelo acionista controlador — Foto: Divulgação/Marinha

Eduardo Leal Ferreira é almirante de Esquadra da Reserva e foi comandante da Marinha do Brasil até janeiro de 2019. Além da Escola Naval, Eduardo Leal Ferreira fez cursos de pós-graduação na Escola de Guerra Naval do Brasil e na Academia de Guerra Naval do Chile. Entre os cargos que exerceu estão capitão dos Portos do Rio de Janeiro e diretor de Portos e Costas. Foi também comandante da Escola Naval, da Escola Superior de Guerra e comandante-em-Chefe da Esquadra Brasileira. No exterior, serviu no Chile e foi instrutor da Academia Naval de Annapolis (Escola Naval da Marinha Americana).

Roberto Castello Branco, conselheiro eleito pelo acionista controlador

2 de 11 Foto de arquivo: Roberto Castello Branco em 2018 — Foto: Divulgação/FGV

Foto de arquivo: Roberto Castello Branco em 2018 — Foto: Divulgação/FGV

Roberto da Cunha Castello Branco é membro do Conselho de Administração da Petrobras e presidente da estatal desde janeiro de 2019. Graduado em economia, tem doutorado na Fundação Getulio Vargas e pós-doutorado na University of Chicago. Foi diretor do Centro de Estudos em Crescimento e Desenvolvimento Econômico da FGV, vice-presidente do Conselho de Administração e membro do Comitê de Auditoria na Invepar, membro dos Conselhos de Administração da GRU Airport, presidente do Comitê Financeiro e membro do Comitê de Auditoria da Petrobras, diretor da Vale, membro do Conselho Diretor da Abrasca, diretor da Amcham, membro do Conselho Curador da FGV, vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil Canadá, diretor do Banco Central do Brasil, entre outros.

João Cox Neto, conselheiro eleito pelo acionista controlador

3 de 11 João Cox — Foto: COX Investments & Advisory/Divulgação

João Cox — Foto: COX Investments & Advisory/Divulgação

João Cox é economista com especialização em economia petroquímica pela Universidade de Oxford, Reino Unido. Foi presidente da Telemig Celular e da Claro, além de ter sido membro do Conselho de Administração de diversas companhias, como Embraer, Linx, Qualicorp, Braskem, onde é vice-presidente do Conselho de Administração, e Vivara, onde é presidente do Conselho de Administração.

Rosangela Buzanelli Torres, conselheira eleita pelos empregados

4 de 11 Rosangela Buzanelli Torres — Foto: Divulgação

Rosangela Buzanelli Torres — Foto: Divulgação

Rosangela Buzanelli Torres foi eleita em primeiro turno na eleição realizada pelos empregados da Petrobras em 2020. É graduada em Geociências e Engenharia pela Universidade Federal de Ouro Preto, e Mestrado em Geociências, pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Ingressou na Petrobras em 1987 no cargo de geofísica. Atualmente está lotada na área de Operação Exploratória Marítima Águas Profundas.

Omar Carneiro da Cunha Sobrinho, conselheiro eleito pelo acionista controlador

5 de 11 Omar Carneiro da Cunha Sobrinho — Foto: Arquivo pessoal

Omar Carneiro da Cunha Sobrinho — Foto: Arquivo pessoal

Omar Carneiro da Cunha Sobrinho foi CEO da Shell Brasil, Shell Quimica, Billiton Metais, AT&T Brasil e Varig. Atualmente é membro do Conselho de Administração do Grupo Energisa, Brookfield Properties Partners LP, Libraport Campinas e sócio sênior da Dealmaker Consultoria e Participações. Foi também membro do Conselho de Administração e Diretoria de empresas como Valesul Aluminio, Mineração Rio do Norte e Grupo Libra. Omar é formado em Economia pela Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro e possui pós-graduação em administração financeira pela FGV.

Marcelo Mesquita de Siqueira Filho, conselheiro eleito pelos acionistas minoritários detentores de ações ordinárias

6 de 11 Marcelo Mesquita de Siqueira Filho — Foto: Divulgação

Marcelo Mesquita de Siqueira Filho — Foto: Divulgação

Marcelo Mesquita de Siqueira Filho é sócio fundador da Leblon Equities, gestora de recursos focada em ações brasileiras e cogestor dos fundos de ações e private equity. Antes disso, trabalhou no UBS Pactual e no Banco Garantia, em áreas como mercado de capitais, ações e commodities. Marcelo é graduado em Economia pela PUC-RJ, em Estudos Franceses pela Universidade de Nancy II e OPM pela Harvard Business School. Marcelo é ainda membro do Conselho de Administração da Tamboro Educacional e do Fundo Patrimonial (Endwment) da PUC-RJ.

Nivio Ziviani, conselheiro eleito pelo acionista controlador

7 de 11 Nivio Ziviani — Foto: ICEx MG/Divulgação

Nivio Ziviani — Foto: ICEx MG/Divulgação

Nivio Ziviani é engenheiro mecânico pela Universidade Federal de Minas Gerais (1971), mestre em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1976) e Ph.D. em Ciência da Computação pela Universidade de Waterloo, Canadá (1982). Ele é professor emérito do Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais desde 2005 e membro da Academia Brasileira de Ciências desde 2007. Fundou várias empresas como Kunumi, Neemu, Akwan e Miner.

Ruy Flaks Schneider, conselheiro eleito pelo acionista controlador

8 de 11 Ruy Flaks Schneider — Foto: Marinha do Brasil/Reprodução

Ruy Flaks Schneider — Foto: Marinha do Brasil/Reprodução

Ruy Schneider é engenheiro industrial mecânico e de produção formado pela PUC-RIO, além de master of sciences em engineering economy pela Stanford University. Oficial da reserva da Marinha, cursou a Escola Superior de Guerra e fundou na PUC-RIO o Departamento de Engenharia Industrial. Foi membro de Conselhos de Administração e Fiscal em empresas como Xerox do Brasil, Banco Brascan de Investimento, Banco de Montreal, Grupo Multiplan e Indústrias Nucleares do Brasil. Atuou ainda como membro do conselho consultivo do mercado de capitais do Banco Central, participando do assessoramento na elaboração do programa de conversão de dívida externa. É presidente do Conselho de Administração da Liga da Reserva Naval do Brasil.

Rodrigo de Mesquita Pereira, conselheiro eleito pelos acionistas detentores de ações preferenciais

9 de 11 Rodrigo Mesquita Pereira — Foto: Divulgação

Rodrigo Mesquita Pereira — Foto: Divulgação

Rodrigo de Mesquita Pereira é bacharel em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, pós-graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e pela Fundação Getúlio Vargas. Foi promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo, membro do Grupo Especial de Recursos Hídricos do Ministério Público do Estado de São Paulo, advogado sócio do escritório Alves Ferreira & Mesquita Sociedade de Advogados, conselheiro fiscal na Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e membro suplente do Conselho Fiscal da Petrobras.

Leonardo Pietro Antonelli, conselheiro eleito pelos acionistas minoritários

10 de 11 Leonardo Pietro Antonelli — Foto: Divulgação

Leonardo Pietro Antonelli — Foto: Divulgação

Leonardo Pietro Antonelli é advogado, sócio fundador do escritório Antonelli Advogados, graduado e mestre em direito econômico pela UCAM, pós-graduado em Tributário pela Unesa. Professor universitário, foi conferencista e membro de diversas bancas em concursos públicos, delegado da Polícia Federal e Civil. Foi ainda aprovado pelo concurso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro como administrador judicial. Presidiu a Comissão de Defesa do Jurisdicionado durante os sucessivos mandatos em que foi Conselheiro da OAB. Dirigiu a Escola da Magistratura Eleitoral durante os biênios em que integrou o Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro no cargo de desembargador federal.

Paulo Cesar de Souza e Silva, conselheiro eleito pelo acionista controlador

11 de 11 Foto de arquivo: Paulo Cesar de Souza e Silva em 2016 — Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Foto de arquivo: Paulo Cesar de Souza e Silva em 2016 — Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Paulo Cesar de Souza e Silva é formado em ciências econômicas pela Universidade Mackenzie e MBA pela Universidade de Lausanne na Suíça. Nos últimos anos, foi CEO da Embraer, onde atuou por mais de 20 anos. É membro independente dos Conselhos de Administração da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e do Grupo Águia Branca.

Veja quem são os membros da Diretoria Executiva

Merval: diretoria deve sair junto com presidente da Petrobras

2 min Merval: diretoria deve sair junto com presidente da Petrobras

Merval: diretoria deve sair junto com presidente da Petrobras

Segundo o comentarista Merval Pereira, diretores estão solidários com o presidente da Petrobras Roberto Castello Branco e também devem deixar seus cargos como forma de apoio.

A Petrobras tem nove diretores executivos ligados a áreas como comercialização, logística, exploração e produção. Eles têm mandato até o dia 20 de março. O atual presidente da estatal, Roberto Castello Branco, também faz parte da diretoria executiva. Veja abaixo quem são os demais integrantes:

André Barreto Chiarini, diretor executivo de Comercialização e Logística

Engenheiro químico pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestre em administração de empresas pela Coppead/UFRJ, possui mais de 20 anos de carreira em logística, atuando à frente da operação, do planejamento, do desenvolvimento de negócios e de funções corporativas em diversos países. Foi sócio fundador e diretor executivo do Infra Partners Investimentos em Logística, além de diretor de Planejamento e Desenvolvimento Logístico da Vale, diretor Internacional de Serviços Compartilhados (baseado na Suíça, na Vale International), diretor de Eletrônicos e Bens de Consumo da TNT Logistics e senior associate do Operations Competency Center da Booz & Co. Ocupou o cargo de assessor da Presidência da Petrobras para logística.

Andrea Marques de Almeida, diretora executiva de Finanças e Relacionamento com Investidores

É engenheira de produção, com MBA em Finanças pelo Ibmec-RJ e MBA em gestão pela USP, além de cursos de gestão na Wharton School of Finance e na Sloan School of Management – MIT. Atuou na Vale por 25 anos com experiência nas áreas de Finanças Corporativas, Tesouraria Global e Gerenciamento de Risco. Atuou como Chief Financial Officer (CFO) da Vale Canada em Toronto e como gerente executiva de Tesouraria Global da Vale.

Carlos Alberto Pereira de Oliveira, diretor executivo de Exploração e Produção

É graduado em engenharia mecânica pelo Instituto Militar de Engenharia e em administração de empresas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem mestrado em Finanças e Análise de Investimentos pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Janeiro. Atua na Petrobras há 38 anos, tendo ocupado diversas funções executivas na área de Exploração e Produção ligadas à alta administração de participações societárias.

Marcelo Zenkner, diretor executivo de Governança e Conformidade

Bacharel em direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), tem especialização em Direito Processual Civil pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP), é mestre em Direitos e Garantias Constitucionais Fundamentais pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV) e doutor em Direito Público, pela Universidade Nova de Lisboa (FDUNL). Atuou como promotor de justiça no Ministério Público do Estado do Espirito Santo, onde também foi secretário de Estado de Controle e Transparência. Ocupou o cargo de consultor da presidência da estatal e foi membro do Comitê de Medidas Disciplinares, órgão integrante do Sistema de Integridade, ligado diretamente ao Conselho de Administração da Petrobras.

Nicolás Simone, diretor executivo de Transformação Digital e Inovação

Engenheiro de software e sistemas pela Universidade O.R.T (Uruguai), tem experiência internacional e conhecimento de tecnologia de informação, transformação digital, cyber security, IA, omnichannel, inovação, vendas, logística, reengenharia de processos, indústria 4.0, entre outros. Ocupou cargos de liderança em grandes empresas e liderou projetos globais transformacionais.

Rodrigo Costa Lima e Silva, diretor executivo de Refino e Gás Natural

Graduado em administração de empresas pela Universidade Católica de Salvador, tem mestrado em Administração de Empresas pelo IBMEC e MBA em Finanças Corporativas pela FGV. Atua na Petrobras há 15 anos, tendo ocupado diversas funções gerenciais nas áreas de Exploração e Produção, Gás e Energia e Estratégia. Foi presidente do Conselho de Administração de algumas subsidiárias da Petrobras. Ocupou ainda o cargo de gerente executivo de Gás e Energia.

Roberto Ardenghy, diretor executivo de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade

É bacharel em direito pela Universidade Federal de Santa Maria com pós-graduação em Relações Internacionais e Diplomacia na Academia Diplomática do Instituto Rio Branco e em Economia do Petróleo e Gás pela COPPE, na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Diplomata de carreira, ocupou vários cargos no governo federal, na Casa Civil e nos Ministérios das Relações Exteriores, Justiça, Desenvolvimento, Indústria e Comércio, na Secretaria da Administração Federal e nas Embaixadas do Brasil em Washington e Buenos Aires. Ocupou o cargo de chefe de Gabinete da Presidência da Petrobras até assumir a diretoria.

Rudimar Andreis Lorenzatto – diretor executivo de Desenvolvimento da Produção

É graduado em engenharia civil pela Universidade Federal de Santa Maria no Rio Grande do Sul, com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas e em outras instituições no exterior. Atua na Petrobras há mais de 30 anos, ocupando funções gerenciais nas áreas de construção de poços, operação da produção e sistemas submarinos.

Assista a mais notícias de Economia:

Fonte: Google News

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais