fbpx

Sulamita Tabacof lança novo livro que reflete sobre a importância das memórias e histórias do passado – Notas – Glamurama

Sulamita evidencia a importância das memórias e histórias do passado / Crédito: Divulgação

Sulamita Tabacof está prestes a lançar mais um livro! A obra, entitulada ‘Beabá da Bessarábia – Histórias e Receitas’ fala sobre histórias vivenciadas pela escritora, que deixa registrado nas páginas as fases da vida em Salvador. O livro, um conjunto de relatos “deliciosos”, desemboca em receitas que unem dois mundos, ou seja duas culinárias: a judaica e a baiana. Além disso, Sulamita evidencia a importância das memórias do passado para que a nova geração tome conhecimento. Ou seja, o lançamento não só entretém como ensina a turma mais jovem sobre uma cultura extremamente rica.

Sulamita revelou que, inicialmente, “Beabá da Bessarábia à Bahia” seria apenas um caderno de receitas a ser entregue às filhas e netas a fim de perpetuar a culinária da sua mãe, originária da Bessarábia, atual Moldávia, que ela descreve como uma “região pobre e abençoada entre a Rússia e a Romênia”. Mas o projeto ganhou outra forma, cheio de riqueza literária e muito além do banquete culinário.

A primeira receita de Sulamita é o Guegilte Fish (bolinho de peixe), para o qual ela sugere diferentes opções de peixe a depender da região, de modo que o local não seja um impedimento para o fazer e saborear o prato. Um dos detalhes no texto de Sulamita é um escrever coloquial de quem parece ensinar as filhas e netas na sua cozinha: “Eu uso a medida de uma colher de sopa cheia para cada um (bolinho) e moldo em formato oval. Mas os bolinhos podem ser redondos e de qualquer tamanho”, explica a escritora.

Da culinária local, ela ensina o passo a passo de pratos clássicos, como a feijoada baiana, moqueca de peixe e farofa de dendê. Dos pratos judaicos clássicos estão lá, muito bem explicados, o strudel, que em vez de ser de maçã virou de banana, e o generoso tchulent, que mistura de diferentes tipos de feijões e grão de bico a carnes defumadas que usamos na nossa feijoada.

Hoje aos 89 anos e vivendo em São Paulo, Sulamita Tabacof revela o segredo de tanto vigor: “O segredo é não parar nunca, ler sempre e sair do ‘euzinho’ interior para viver a vida plena”. “Beabá da Bessarábia à Bahia – Histórias e Receitas” será lançado no dia 10 de agosto, no Café Teatro Zélia Gattai, em Salvador. O lançamento vai ter também uma roda de conversa com Sulamita e Paloma Jorge Amado. Não dá para perder!

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.4&appId=1409357522615229”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: Glamurama

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!