fbpx

Sumner Redstone, lenda da mídia americana, usava áudios de palavrões para falar com seus executivos – Notas – Glamurama

Sumner Redstone || Créditos: Reprodução

Morto em agosto, aos 97 anos, de causa não revelada mas também não relacionada à Covid-19 segundo a família, Sumner Redstone será tão lembrado pelas polêmicas de sua vida pessoal quanto pelo legado que deixou: o quase centenário bilionário americano foi o responsável por transformar a gigante de mídia e entretenimento Viacom, atualmente ViacomCBS, em uma das maiores empresas do setor, dona de marcas poderosas como a Paramount e a MTV e responsável pela maior parte da fortuna que ele deixou, estimada em US$ 2,6 bilhões (R$ 14 bilhões).

Mas, conforme Glamurama contou ao longo dos anos, Redstone também sempre foi um notório namorador, o que passou a chamar ainda mais atenção em 1999. É que naquele ano a primeira mulher dele, Phyllis Gloria Raphael, se cansou das puladas de cerca de seu então marido de décadas e pediu o divórcio, em seguida exigindo metade da fortuna dele, que naquela época pré-streaming estava na casa dos US$ 8 bilhões (R$ 43,1 bilhões).

O imbróglio familiar deu o que falar, e os dois acabaram se acertando fora dos tribunais. Estima-se que Phillys recebeu pelo menos US$ 700 milhões (R$ 3,78 bilhões) pelo fim do casamento de 52 anos com Redstone, que em 2002 trocou alianças com a professora de escola primária Paula Fortunato. Nesse caso, a união terminou mais cedo, em 2008, e Fortunato se contentou com uma mansão de US$ 14,5 milhões (R$ 78,2 milhões) que ganhou do ex, 39 anos mais velho que ela.

De lá pra cá, Redstone teve várias namoradas, que sempre fez questão de convidar para viver em sua mansão. E quase todas saíram de cena do mesmo jeito, alegando terem tido uma relação estável com o bilionário e, em razão disso, indo à justiça para exigir milhões pelo “break-up”. Tratado por “último barão de mídia” nos Estados Unidos, Redstone sempre as pagava – não o que buscavam inicialmente, claro – mas o suficiente para deixá-las satisfeitas.

Parte daquele seleto grupo de pessoas que não dão a mínima para o que é dito a seu respeito, Redstone chegou a ser chamado mais de uma vez para se explicar aos acionistas minoritários da Viacom por esse agito em sua vida amorosa, já que muitos deles temiam uma “contaminação” em seus negócios. Nessas situações, a resposta do controverso empresário era sempre a mesma, e vinha por meio de um iPad que ele passou a usar em seus últimos anos e que continha o áudio de vários palavrões: “F**k you”, que obviamente dispensa tradução. (Por Anderson Antunes)

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src=”https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.4&appId=1409357522615229″;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: Glamurama

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!