Tinder cria alerta de segurança para população LGBTQ+

Ferramenta notifica os perigos que usuários podem enfrentar ao usar o aplicativo em países com leis preconceituosas

O Tinder passou a oferecer desde a quarta-feira, 24, uma ferramenta de segurança para alertar os usuários quando eles estiverem em um dos 70 países que criminalizam a população LGBTQ+.

Chamada de Travel Alert, a novidade informa por geolocalização os perigos que esse público está sujeito ao entrar em nações com leis preconceituosas.

Aplicativo de relacionamentos Tinder.

Aplicativo de relacionamentos Tinder.

Foto: Reprodução / Estadão Conteúdo

Além disso, o dispositivo dá ao usuário a opção de ficar oculto, inclusive na função Passaporte, em que a pessoa consegue se conectar com qualquer outra do mundo sem sair do lugar.

Assim que o alerta é dado, o aplicativo também disponibiliza o site da Associação Internacional de Gays e Lésbicas (ILGA World, em inglês), que discute as leis de orientação sexual pelo mundo e defende a igualdade de direitos.

A CEO do Tinder, Elie Seidman, diz que essa iniciativa é uma maneira de ajudar seus clientes a ficarem “mais conscientes dos riscos injustos que certos locais oferecem”.

Veja também:

Elon Musk quer brincar de Matrix e dominar cérebros

 

Estadão

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – VIDA E ESTILO

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: