Top 3 atletas de cada seleção para ficar de olho no Mundial

Marx é um dos craques do torneio. Foto: Bruno Ruas

Para você que está de olho em somar pontos no Fantasy ou simplesmente se divertir acompanhando os craques do Mundial, o Portal do Rugby traz uma lista de 3 a 6 nomes por seleção para você ficar de olho ao longo da Copa do Mundo.

CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DE NOSSO FANTASY DO MUNDIAL

CLIQUE AQUI PARA VER NOSSO GUIA DO MUNDIAL

CLIQUE AQUI PARA VER TODOS OS ELENCOS DO MUNDIAL

– Continua depois da publicidade –

A lista foi feita levando em consideração ou o momento de cada atleta ou simplesmente seu histórico recente. Para cada país, os atletas foram escolhidos seguindo as seguintes categorias:

  • Faz a diferença nos forwards: um nome importante entre os avançados (números 1 a 8);
  • É craque na linha: um nome importante da linha (números 9 a 15);
  • A Jovem promessa: sem um limite exato de idade, um jovem atleta que pode atingir um patamar ainda maior do que quando começou a Copa do Mundo;
  • Menções honrosas de classe internacional: para as seleções mais fortes da Copa, outros 3 nomes foram listados, expressando a força de seus elencos.

 

GRUPO A

Japão

Faz a diferença nos forwards: Keita Inagaki (pilar)

É craque na linha: Kenki Fukuoka (ponta)

A Jovem promessa: Ataata Moeakiola (ponta)

Menções honrosas de classe internacional: Michael Leitch (terceira linha), Amanaki Mafi (terceira linha), Shota Horie (hooker);

 

Irlanda

Faz a diferença nos forwards: James Ryan (segunda linha)

É craque na linha: Jonny Sexton (Irlanda)

A Jovem promessa: Jacob Stockdale (ponta)

Menções honrosas de classe internacional: Conor Murray (scrum-half), Bundee Aki (centro), Peter O’Mahony (terceira linha);

 

Escócia

Faz a diferença nos forwards: Ben Toolis (segunda linha)

É craque na linha: Stuart Hogg (fullback)

A Jovem promessa: Adam Hastings (abertura)

Menções honrosas de classe internacional: Finn Russell (abertura), Greig Laidlaw (scrum-half), Stuart McInally (hooker);

 

Samoa

Faz a diferença nos forwards: Piula Fa’asalele (terceira linha)

É craque na linha: Tim Nanai-Williams (fullback)

A Jovem promessa: Ed Fidow (ponta)

 

Rússia

Faz a diferença nos forwards: Tagir Gadzhiev (terceira linha)

É craque na linha: Vladimir Ostroushko (centro/ponta)

A Jovem promessa: Valery Morozov (pilar)

 

GRUPO B

Nova Zelândia

Faz a diferença nos forwards: Brodie Retallick (segunda linha)

É craque na linha: Beauden Barrett (abertura)

A Jovem promessa: George Bridge (ponta)

Menções honrosas de classe internacional: Kieran Read (terceira linha), Aaron Smith (scrum-half), Sevu Reece (ponta);

 

África do Sul

Faz a diferença nos forwards: Malcolm Marx (hooker)

É craque na linha: Faf De Klerk (scrum-half)

A Jovem promessa: Cheslin Kolbe (ponta)

Menções honrosas de classe internacional: Siya Kolisi (terceira linha), Eben Etzebeth (segunda linha), Handré Pollard (abertura);

 

Itália

Faz a diferença nos forwards: Federico Ruzza (segunda linha)

É craque na linha: Tito Tebaldi (scrum-half)

A Jovem promessa: Mateo Minozzi (fullback/ponta)

Menções honrosas de classe internacional: Sergio Parisse (terceira linha), Jake Polledri (terceira linha), Michele Campagnaro (centro);

 

Namíbia

Faz a diferença nos forwards: PJ Van Lill (segunda linha)

É craque na linha: Johan Deysel (centro)

A Jovem promessa: Lesley Klim (ponta)

 

Canadá

Faz a diferença nos forwards: Tyler Ardron (terceira linha)

É craque na linha: DTH van der Merwe (ponta)

A Jovem promessa: Matt Tierney (pilar)

 

GRUPO C

Inglaterra

Faz a diferença nos forwards: Maro Itoje (segunda linha)

É craque na linha: Owen Farrell (abertura/centro)

A Jovem promessa: Tom Curry (terceira linha)

Menções honrosas de classe internacional: Billy Vunipola (terceira linha), Jamie George (hooker), Jonny May (ponta);

 

França

Faz a diferença nos forwards: Grégory Alldritt (terceira linha)

É craque na linha: Antoine Dupont (scrum-half)

A Jovem promessa: Thomas Ramos (fullback/abertura)

Menções honrosas de classe internacional: Damian Penaud (ponta), Guilhem Guirado (hooker), Louis Picamoles (terceira linha);

 

Argentina

Faz a diferença nos forwards: Guido Petti (segunda linha)

É craque na linha: Emiliano Boffelli (fullback)

A Jovem promessa: Lucas Mensa (centro/ponta)

Menções honrosas de classe internacional: Juan Figallo (pilar), Tomás Lavanini (segunda linha), Nicolás Sánchez (abertura);

 

Tonga

Faz a diferença nos forwards: Siegfried Fisi’ihoi (pilar)

É craque na linha: Telusa Veainu (ponta)

A Jovem promessa: Vunipol Fifita (pilar)

 

Estados Unidos

Faz a diferença nos forwards: Joe Taufete’e (hooker)

É craque na linha: AJ MacGinty (abertura)

A Jovem promessa: Hanco Germishuys (terceira linha)

 

GRUPO D

Gales

Faz a diferença nos forwards: Alun Wyn Jones (segunda linha)

É craque na linha: Liam Williams (ponta/fullback)

A Jovem promessa: Aaron Wainwright (terceira linha)

Menções honrosas de classe internacional: George North (ponta), Gareth Davies (scrum-half), Justin Tipuric (terceira linha);

 

Austrália

Faz a diferença nos forwards: David Pocock

É craque na linha: Kurtley Beale (fullback)

A Jovem promessa: Allan Alaalatoa (pilar)

Menções honrosas de classe internacional: Nic White (scrum-half), Samu Kerevi (centro), Michael Hooper (terceira linha);

 

Fiji

Faz a diferença nos forwards: Leone Nakarawa (segunda linha)

É craque na linha: Semi Radradra (ponta)

A Jovem promessa: Peceli Yato (terceira linha)

Menções honrosas de classe internacional: Nikola Matawalu (scrum-half), Josua Tuisova (ponta), Viliami Mata (terceira linha);

 

Geórgia

Faz a diferença nos forwards: Mamuka Gorgodze (terceira linha)

É craque na linha: Vaso Lobzhanidze (scrum-half)

A Jovem promessa: Guram Gogichashvili (pilar)

 

Uruguai

Faz a diferença nos forwards: Manuel Leindekar (segunda linha)

É craque na linha: Gastón Mieres (fullback)

A Jovem promessa: Santiago Arata (scrum-half)

 

Horários de Brasília

Fonte: R7

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: