fbpx

Tudo o que você precisa saber sobre a feira

Acontece nesta semana em Las Vegas, EUA, a Consumer Electronic Show, um dos principais eventos de tecnologia do mundo. São mais de 4 mil expositores nas mais variadas categorias. De carne vegetal a carro voador, passando por TVs, computadores, eletrônicos para o lar e dispositivos para saúde, nada fica de fora do evento. O Estadão está na CES e aqui é possível acompanhar toda a nossa cobertura. Segura!

Impossível passar por uma CES sem falar de TVs. A LG ignorou a sua TV enrolável, um dos destaques do ano passado, mas renovou sua linha de TVs Oled, incluindo um novo modelo de 48 polegadas. Segundo a empresa, ela tem uma densidade de pixels similar a uma TV 8K de 96 polegadas. Já a Samsung apresentou a Sero, uma TV que fica na vertical que chega ao Brasil ainda em 2020.

Depois dos primeiros celulares, a tela flexível chegou com força à feira. A Royole, veterana das tela dobráveis, apresentou uma caixa de som com vidro curvado. A Lenovo mostrou um notebook com vidro dobrável e um teclado independente, um conceito interessante.

A CES também é território para anuncios bem futuristas. A Impossible Foods, gigante das carnes vegetais, revelou carne de porco vegetal. Já a Hyundai anunciou parceria com o Uber para a criação de um carro voador.

Outros dois clássicos de CES marcaram presença: robôs e chips. A Samsung discutiu o uso de inteligência artificial diretamente nos dispositivos. Para isso apresentou o Ballie, uma bolinha na cor amarela que promete ser um companheiro na vida das pessoas. Ele foi desenvolvido para ser um assistente pessoal: ele é capaz de reconhecer o usuário e segui-lo pela casa, e também de organizar sua agenda e sugerir atividades físicas.

A Intel revelou que pela primeira vez na sua história está trabalhando em uma unidade de processamento gráfico. Em 5G, a CES afirma que 20,2 milhões de aparelhos estarão nas redes de quinta geração dos EUA.


A feira também foi palco de alguns anúncios bem diferentes. A Sony revelou o logo do Playstation 5. O Facebook usou o evento para revelar uma atualização à Verificação de Privacidade, ferramenta que não sofria alterações desde 2014. Privacidade, afinal foi um tema bastante forte na edição deste ano.

Estadão

  • separator

Fonte: PORTAL TERRA – TECNOLOGIA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!