fbpx

Uruguai se impõe sobre Brasil com contundência

Foto: Unión de Rugby del Uruguay

ARTIGO COM VÍDEOS – Na noite desta sexta-feira, o Uruguai recebeu o Brasil em Montevidéu para seu último compromisso antes do técnico Esteban Meneses anunciar o elenco que representará os Teros na Copa do Mundo. O Brasil levou o elenco dos Tupis, mas entrou em campo como Brasil XV, não conferindo ao jogo pontos no Ranking. Em campo, a dominação foi absoluta dos uruguaios, que triunfaram por 43 x 05.

Os Teros foram superiores no jogo de contato e nas formações fixas desde o início, dominando o jogo territorialmente do começo ao fim. O primeiro try saiu rápido, com Gattas no pick and go. Já o segundo try não tardou, com o oitavo Manuel Diana em saída de scrum, atropelando.

O Uruguai seguiu com controle total de posse de bola no primeiro tempo e construiu mais dois tries antes da pausa. Aos 29′, os uruguaios emplacaram boa sequência de fases e Franco Lamanna achou espaço após o Brasil não sustentar sua pressão defensiva – uma hora o tackle falhou. E o quarto try veio antes da pausa: após Ardao garantir turnover a favor dos Teros, a linha celeste foi precisa e Etcheverry serviu Mieres para explorar o espaço na defesa brasileira. 24 x 00.

Somente no segundo tempo o Brasil sustentou posse de bola no ataque e pressionou, mas os donos da casa acharam seu quinto try, com Freitas passando na velocidade e rompendo na potência a defesa brasileira aos 53′. Somente na metade da segunda etapa o Brasil finalmente conseguiu seu try, com Maranhão recebendo no centro do campo e arrancando para explorar um espaço pela defesa charrua.

– Continua depois da publicidade –

Mas duraria pouco o bom momento brasileiro. Os Teros responderam com bem ação de Agustín Ormaechea encontrando Tomás Inciarte para novo try dos anfitriões. E já com o tempo esgotado o scrum uruguaio atropelou e Agustín Ormaechea marcou o último try da partida. 43 x 05, números finais.

O Uruguai ainda voltará a campo em casa no dia 7 para duelar com a Argentina XV. Já o Brasil jogará apenas em novembro contra os Barbarians.

43versus copiar05

Uruguai 43 x 05 Brasil XV, em Montevidéu

Árbitro: Pablo de Luca (Argentina)

Uruguai

Tries: Gattas, Diana, Lamanna, Mieres, Freitas, Inciarte e A Ormaechea

Conversões: Cat (4)

15 Gastón Mieres, 14 Leandro Leivas, 13 Juan Manuel Cat, 12 Andrés Vilaseca, 11 Nicolás Freitas, 10 Felipe Etcheverry, 9 Santiago Arata, 8 Manuel Diana, 7 Juan Diego Ormaechea, 6 Manuel Ardao, 5 Manuel Leindekar, 4 Franco Lamanna, 3 Diego Arbela, 2 Germán Kessler, 1 Facundo Gattas;

Suplentes: 16 Guillermo Pujadas, 17 Juan Echeverría, 18 Juan Pedro Rombys, 19 Diego Magno, 20 Ignacio Dotti, 21 Agustín Ormaechea, 22 Ignacio Garcia, 23 Federico Favaro, 24 Tomás Inciarte, 25 Agustín Della Corte, 26 Rodrigo Silva, 27 Leandro Segredo, 28 Juan Manuel Gaminara, 29 Santiago Civetta;

Brasil XV

Try: Maranhão

15 Daniel Sancery, 14 Lucas “Zé” Tranquez, 13 Felipe Sancery (c), 12 Jacobus De Wet Van Niekerk, 11 Ariel Rodrigues, 10 Moisés Duque, 9 Laurent Bourda-Couhet, 8 Matheus Claudio, 7 Cléber “Gelado” Dias, 6 Arthur Bergo, 5 Gabriel Paganini, 4 Lucas “Bruxinho” Piero, 3 Pedro Bengaló, 2 Yan Rosetti, 1 Brendon Alves;

Suplentes: 16 Endy Pinheiro, 17 Lucas Abud, 18 Joel Ramirez, 19 Luiz “Monstro” Vieira, 20 Devon Muller, 21 Douglas Rauth, 22 Josh Reeves, 23 Daniel “Maranhão” Lima, 24 Robert Tenório, 25 André “Buda” Arruda;

Fonte: R7

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!