fbpx

Usar colher de alumínio para alisamento pode fazer cabelo cair – Lifestyle


Marina Ferrari, de A Fazenda 13, encontrou um jeitinho inusitado e perigoso de alisar os cabelos: ela aqueceu uma colher de alumínio no fogão da sede e passou nos fios. A tática repercutiu na internet e muitas pessoas questionaram se ela funciona. A resposta é não. Além de ter um efeito contrário ao esperado, a prática pode causar graves problemas, como explica a médica Fernanda Nichelle, que atua exclusivamente na área da beleza.


“Pode causar a queda do cabelo. O fio pode cair inteiro ou se quebrar em razão da queimadura ou por agressão ao couro cabeludo”, afirma a especialista. “E isso não é difícil de acontecer. Eu já recebi pacientes que recorreram ao ferro de passar, por exemplo. O importante é alertar para que não façam isso, pois a chance de dar um problema sério e grave é grande”, acrescenta.


Riscos para a saúde e efeito estético indesejado


Fernanda também alerta para o risco de ocorrer uma queimadura de segundo grau na pele caso o alumínio aquecido entre em contato com regiões da face que estão próximas ao cabelo, como as orelhas e a testa, o que pode causar infecções ou cicatrizes tardias.


Ela lembra que metais – como o alumínio e o ferro, utilizado nas placas da chapinha – são ótimos condutores de calor. Mas há uma diferença essencial entre usar uma colher e o instrumento próprio para alisar os fios: “O grande problema é que você não tem o controle da temperatura [ao usar a colher], aí pode queimar o fio de cabelo. Já a chapinha tem o termostato, que permite a regulação”, compara.


Além das complicações de saúde, a utilização da colher de alumínio pode gerar um efeito estético contrário ao desejado. “A colher pode propiciar o frizz, porque ocorre uma troca de cargas elétricas entre o alumínio e os fios, o que deixa o cabelo mais arrepiado”, detalha a médica.


Use a velha touca de pano


Mas nem tudo está perdido, pois há, de acordo com a especialista, um método caseiro seguro que pode ser usado na falta de chapinha: a touca de tecido, que era muito usada antigamente, e pode ser feita com um lençol ou fronha, por exemplo. O ideal é que a pessoa durma com a touca para conquistar o efeito desejado e não bagunçar os cabelos durante a noite.


“Você coloca o cabelo todo para um lado só e enrola em um pano. De preferência, pode ser um tecido de seda, que acaba não propiciando o frizz. Já tecidos pesados, como o jeans, tendem a fragilizar o cabelo e gerar uma queda”, conclui.



Veja também: Famosos surpreendem por mudanças no rosto, como fez Rico Melquiades


Fonte: R7

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais