fbpx

Vídeo: José de Abreu conta que vai deixar a Globo


Durante uma transmissão ao vivo com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na noite de quarta-feira (03), José de Abreu  anunciou que deixará a TV Globo. Depois de quase 40 anos, ele sairá da emissora no próximo dia 30 de junho.


“Mas agora, Lula, eu queria aproveitar e falar pra você. Eu acabei de fechar um distrato com a Globo de uma maneira extremamente boa para os dois lados. Há dois meses, a gente começou uma negociação e fechamos há cerca de um mês. Tive uma boa conversa com Schroder na semana passada. Vou me desligar da Globo no dia 30”, disse, citando o diretor artístico Carlos Henrique Schroder.


Fora da emissora, o ator de 74 anos vai investir na carreira internacional.


“Agora vou tentar carreira internacional. Vou me renovar. Estou aqui  melhorando o meu inglês. Vou trabalhar na Globo, por obra certa, quando me convidarem. É uma nova maneira da Globo se relacionar com os seus artistas”, disse.


José de Abreu está vivendo na Nova Zelândia com a noiva, Carol Junger, de 22 anos.


“Para mim, também estava muito difícil sobreviver com o salário em real fora do Brasil. Quando eu saí do Brasil, pela primeira vez, em 2014, o dólar estava em R$ 2,22. Quer dizer, eu precisava de R$ 2,22 para comprar US$ 1. Hoje, eu preciso de R$ 6. Ou seja, a conta não ia fechar nunca”, disse.


As falas de José de Abreu podem ser vistas no vídeo abaixo, no tempo de 1:06:40.


Ameaças e crítica


Crítico fervoroso do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o ator contou durante a transmissão ao vivo que tem recebido ameaças de morte e afirmou que sua quarentena não é de agora.


“Eu vivia no Brasil em quarentena, acho que desde a eleição da Dilma. Quem gosta de mim, tira foto; quem não gosta… Mas para mim ficou muito difícil morar no Brasil. É ameaça de morte. Eu não levo muito a sério, porque muitos deles são os ‘fortões de computador’, os ‘heróis do teclado’, e quando você vai ver é um menino de 20 anos de ‘Piroquinh@$ do Sul’ que veio me ameaçar de morte. Mas pra mim é muito ruim viver no Brasil. Só saio para fazer uma novela.”


José de Abreu ainda citou o presidente da Fundação Palmares, Sergio Camargo, que classificou o movimento negro como “escória maldita” e xingou Zumbi.


“Esse governo foi feito para destruir tudo o que nós fizemos. Eles não têm nada para colocar no lugar porque a ideia desse governo é destruir todos os avanços que nós tivemos. É terra arrasada. Vivemos um governo de destruição, de morte. É disso que o fascismo se alimenta. A única coisa que eu posso dizer é que a gente tem apenas mais um filho da put* nesse governo.”


José de Abreu e Marcelo de Carvalho trocam farpas na web


José de Abreu: ‘Não dá para respeitar quem apoia Bolsonaro’


(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.7”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Fonte: O Fuxico

Deixe uma resposta

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!