fbpx

Visa aposta em startup Deserve com sucesso de cartão da BlockFi

(Bloomberg) – A Visa se uniu à rival Mastercard como investidora da Deserve, disse o CEO da startup de tecnologia de cartão de crédito em entrevista.

“Nossa parceria com a Visa em criptomoedas vai potencializar casos de uso interessantes em torno de recompensas, pagamentos e liquidações para transações de cartão de crédito”, disse o cofundador e CEO da Deserve, Kalpesh Kapadia.

A Deserve lançou um cartão de crédito Visa em parceria com o provedor de serviços financeiros de criptomoedas BlockFi em julho.

O cartão conseguiu “enorme crescimento” em termos de adoção e uso e se aproxima de US$ 2 bilhões em volume de transações anualizadas, disse Kapadia. Projeções apontam que portadores dos cartões BlockFi gastem cerca de US$ 30 mil por ano, 50% acima da média dos portadores de cartões de crédito, acrescentou Kapadia.

O cartão retorna pelo menos 1,5% em bitcoins a cada compra, de acordo com o site da BlockFi, segundo a qual bônus extras de bitcoins podem ser recebidos para certas transações e referências. O cartão da BlockFi já gerou 120 bitcoins em recompensas, disse Kapadia.

“Estamos entusiasmados com nossa parceria e novo investimento na Deserve e esperamos continuar a impulsionar a adoção de programas de cartões com criptomoedas juntos”, disse AJ Shanley, vice-presidente de criptomoedas da Visa, em comunicado enviado por e-mail.

“O cartão de crédito de recompensas BlockFi Bitcoin foi um sucesso imediato”, acrescentou, observando que foi lançado para atrair “entusiastas das criptomoedas e apresentar o cripto às massas”.

A Deserve, com sede em Palo Alto, Califórnia, conta com a Ally Ventures, Goldman Sachs e Sallie Mae entre os investidores. A empresa diz que a tecnologia acelerou o processo de pedidos de cartão de crédito, permitindo que consumidores solicitem, ativem e configurem cartões em carteiras digitais em questão de minutos.

Até onde vai o Bitcoin? Especialista da Levante dá aula gratuita sobre o futuro da criptomoeda. Clique aqui para assistir

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais