Volta Ciclística Internacional de Guarulhos promete ser uma das mais velozes

Volta Ciclística Internacional percorrerá a cidade de Guarulhos (Foto: Luis Cláudio Antunes/Bike76.com)

Principal prova de estrada no país, a Volta Ciclística Internacional de Guarulhos 2019, entre os dias 9 a 11 de agosto, tem tudo para ser uma das mais velozes da história. Isso porque neste ano, em sua quarta edição, a competição terá trechos praticamente planos e as equipes chegarão preparadas para uma briga acirrada pelo primeiro lugar. O percurso total será de cerca de 280 km divididos em três etapas, sendo um Prólogo e dois trechos de estrada.

Depois do Prólogo Individual de 2,1 km na sexta a partir das 19h30 (de Brasília), com largada e chegada no Bosque Maia, em Guarulhos, nas qual os times poderão optar por bicicletas de estrada o crono, o desafio prevê dois trechos de estrada. Na segunda etapa, dia 10, começando às 11h, o trecho até Pindamonhangaba terá 164 km, predominante plano e com relevos moderados. Percorrerá as rodovias Presidente Dutra, Airton Senna, Carvalho Pinto e Floriano Rodrigues Pinheiro, com chegada no centro de Pinda.

Já na terceira etapa, no domingo, a partir das 8h, será disputada dentro da cidade de Guarulhos, saindo o Bosque Maia, indo até o Anel Viário, retornando ao Bosque. Serão 98,8 km também predominantemente planos, passando pela Rodovia Presidente Dutra depois Ponte Cidade de Guarulhos, Anel Viário e Bosque Maia, quando serão conhecidos os campeões de 2019.

“Serão três dias de muita emoção e rapidez. Certamente as etapas terão grande equilíbrio e serão definidas nos detalhes. A Volta Ciclística Internacional de Guarulhos 2019 repetirá, sem dúvida, o sucesso das edições anteriores”, destaca o organizador José Claudio dos Santos, presidente da Associação Desportiva Facex.

Em 2018, Gabriel Silva, ciclista de 21 anos, venceu a Volta Ciclística Internacional de Guarulhos. O jovem atleta da equipe Funvic São José dos Campos totalizou após seis etapas e mais de 700 km pedalados, 17h04min29seg, 16 segundos mais rápido que o vice-campeão, Alan Maniezzo, da São Francisco Saúde/Klabin/SME Ribeirão Preto, 17h04min45seg. Maurício Bielinski Knapp, também da São Francisco Saúde/Klabin/SME Ribeirão Preto, terminou em terceiro, com 17h05min48seg.


Gazeta Esportiva

  • separator

Fonte: TERRA

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: