fbpx

XP lança primeiro ETF na B3 que replica preço médio do ouro em dólar

(Petrovich9/Getty Images)

SÃO PAULO – A XP lançou nesta semana o primeiro fundo de índice (ETF) de ouro do mercado brasileiro, que replica o preço médio do metal precioso, em dólar.

Denominado “Trend ETF LBMA Ouro”, o ETF tem, no mínimo, 95% do patrimônio alocado em cotas de um fundo de índice da BlackRock no exterior, o iShares Gold Trust (IAU), que está listado na bolsa americana NYSE.

Este, por sua vez, replica o desempenho da carteira teórica de ativos do índice LBMA Gold Price, desenvolvido pela London Bullion Market Association e referência mundial para o acompanhamento do preço do metal.

Em comunicado, Fabiano Cintra, especialista de fundos da XP, lembra que, até o momento, o investidor conseguia investir no ativo apenas via fundos tradicionais de investimento, contratos de ouro e por meio da compra do ouro físico.

Além disso, no último dia 30, passaram a ser negociados na B3 37 BDRs que têm como lastro as cotas de ETFs (fundos de índices) estrangeiros. São os chamados BDRs de ETFs. Entre eles, está o BDR que acompanha o próprio iShares Gold Trust.

A compra do BDR de ETF, no entanto, hoje é restrita ao investidor qualificado, diferentemente do ETF da XP, destinado a investidores em geral. O produto recém-lançado é negociado sob o código “GOLD11”, tem taxa de administração de 0,30% ao ano e permite o investimento mínimo de uma cota com R$ 10.

Mario Palhares, diretor de produtos listados da B3, destaca que a chegada do primeiro ETF de ouro marca mais um avanço para o mercado, uma vez que é o primeiro com essa estrutura na Bolsa brasileira.

“Temos repetido muito que a diversificação é o caminho para um portfólio forte e robusto, por isso, entendemos que a listagem desse ETF proporciona aos investidores mais uma opção de investimento”, afirmou, em nota.

Em um ano de grande incerteza e volatilidade no mercado financeiro, o ouro chegou a disparar 40%, diante da busca por ativos considerados mais seguros. No ano, até ontem, o metal precioso acumula ganhos de 22,2%.

Este é o segundo ETF da XP, o primeiro foi o “Trend ETF Ifix“, em novembro, que replica o Ifix, índice que acompanha o desempenho dos principais fundos imobiliários listados na B3.

Quer receber aluguel sem ter imóvel? Thomaz Merluzzi, estrategista de Fundos Imobiliários da XP, oferece treinamento gratuito para quem busca uma fonte de renda passiva – inscreva-se já!

Fonte: Infomoney

Deixe uma resposta

Jornais Virtuais