fbpx

Zagueiro, lateral e ponta, Samir aposta na versatilidade para ter vaga na seleção

Um das novas caras da seleção brasileira, Samir confia em sua versatilidade para ganhar a confiança do técnico Tite. O jogador da Udinese, da Itália, conversou com a imprensa em entrevista coletiva nesta terça-feira, em Miami, onde o Brasil se prepara para os amistosos contra a Colômbia, na sexta, e o Peru, no próximo dia 10, ambos nos Estados Unidos.

“Acho importante versatilidade dos jogadores. No meu clube, eu atuo como lateral quando é preciso. Já joguei de ponta-esquerda, onde eu nunca imaginei que jogaria. Mas acho importante. Quando o treinador olha para o banco, ele imagina: ‘Sei que posso contar com aquele jogador’. É bom estar dentro do contexto e estar à disposição da melhor maneira possível”, afirmou o atleta, que também já participou de jogos atuando como zagueiro.

Samir vive a expectativa de ter uma chance na equipe titular ou entrar durante os amistosos. “Tendo minha oportunidade, vou tentar aproveitar da melhor maneira possível. E creio que os jogadores que tiverem oportunidade vão fazer isso. Todo mundo quer cavar uma vaga na seleção. Esses dois amistosos vão servir de teste.”

Carioca de São Gonçalo, canhoto, com 1,89 metro de altura, Samir, de 24 anos, lembrou dos tempos de Flamengo, no qual atuou pelas categorias de base e no profissional entre os anos de 2011 e 2015, antes de ir para a Itália.

“Quando eu jogava no Brasil, tive muitas lesões. Normalmente o Flamengo joga 70 partidas no ano, eu geralmente jogava 20, 25. Isso para um atleta de 18 anos é muito pouco. Isso me atrapalhava bastante, eu não era tão profissional como sou agora, minha cabeça mudou bastante. Minha ida para a Europa ajudou bastante”, destacou o jogador, se referindo ao fato de que conseguiu ter uma sequência maior de partidas quando passou a atuar no exterior.

“Eu consegui manter um ritmo que não tinha no Brasil por causa das lesões. Estou muito feliz com a sequência que tenho no meu clube. Essa regularidade é importante para que o estafe da seleção me acompanhe”, reforçou.

O jogo desta sexta-feira contra a Colômbia será no Hard Rock Stadium, em Miami, às 21h30 (de Brasília), quando a equipe nacional vai encarar o seu primeiro desafio depois de ter conquistado o título da Copa América.

  • separator

Fonte: TERRA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!